Ex-governador Marconi Perillo do PSDB é preso pela PF


Foto: Reprodução

O ex-governador de Goiás, Marconi Perillo , do PSDB, foi preso nesta quarta-feira (10), enquanto prestava depoimento a Polícia Federal, na operação Operação Cash Delivery, marcado para as 15h, 2h antes ele chegou pela porta dos fundos para evitar a imprensa.

A operação investiga o pagamento de propinas em campanhas eleitorais, e somente não foi preso em 28 de setembro, devido a sua candidatura ao senado pelo estado, Perillo é suspeito de ter recebido R$ 12 milhões de empreiteiras em duas campanhas eleitorais, 2010 e 2014, as investigações foram iniciadas após delação da Odebrecht.

O advogado do ex-governador,  Antônio Carlos Almeida, conhecido como Kakay se disse “perplexo” e “indignado” com a prisão, segundo ele não existe fato novo que justifique a prisão.