Irmã de Ciro Gomes, Lia tem candidatura rejeitada pelo TRE e vai recorrer


O Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE), por unanimidade, rejeitou o pedido de registro da candidatura de Lia Gomes (PDT) ao cargo de deputada estadual.

A irmã de Ciro Gomes (PDT), candidato à presidência, e Cid Gomes (PDT) concorrente a vaga no Senado Federal, não compareceu ao processo de revisão biométrica.

Lia Gomes disse que já tomou conhecimento do ocorrido e o departamento jurídico já está em ação. Ela afirmou que deve entrar apresentar um recurso ao TRE-CE e ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).
A pedetista não fez recadastramento biométrico e havia perdido o título de eleitor. Caucaia, cidade onde ela vota, teve biometria obrigatória nestas eleições e o prazo para regularização do documento foi dia 9 de maio.
Em agosto, Lia disse estar  “otimista” sobre a situação e basearia a sua defesa em exemplos políticos do Maranhão e Rio Grande do Norte, que com o título cancelado, não puderam votar, porém, tiveram suas candidaturas validadas pelo TRE.

Opovoonline