Ilhéus: Hospital Costa do Cacau terá serviço de cirurgia cardíaca a partir de março


A partir de março, o Hospital Regional Costa do Cacau, em Ilhéus, implantará o serviço de cirurgia cardíaca com capacidade para realizar mais de 20 procedimentos por mês, um incremento de aproximadamente 100% em relação ao quantitativo anterior credenciado ao Sistema Único de Saúde (SUS) na região.

Segundo o coordenador do serviço, Décio Cardoso, o hospital é referência para os habitantes residentes em mais de 60 municípios. “A máquina de hemodinâmica e o centro cirúrgico são os mais modernos. E a cirurgia cardíaca que hoje é feita em hospitais contratados será redirecionada para o hospital, com grande melhoria para a população, pois aqui temos 30 leitos de UTI e mais de 20 leitos de UTI na planta de ampliação.

A gente vai conseguir fazer exames de média complexidade que tínhamos dificuldade para realizar até na rede privada”, ressalta o médico. A estrutura ainda permite o desenvolvimento de outras áreas. “Os hospitais privados e filantrópicos conveniados ao SUS estão com baixa capacidade de investimento e baixa capacidade de resolver esse tipo de paciente, pois eles esbarram no número de leitos de UTI. O hospital veio para resolver isso.

Assim vamos aumentar o número de cirurgias por mês, que é o objetivo, pois não importa onde vamos fazer, mas temos que fazer mais e melhor”, afirma. Segundo a Sesab, o Hospital Calixto Midlej Filho, que é administrado pela Santa Casa de Itabuna, continuará habilitado a realizar cateterismos cardíacos e angioplastias em situações de urgência cardiológica.