Eduardo Cunha será transferido para mesma penitenciária onde está Geddel em Brasília


O ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB), conseguiu transferência provisória para o Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília, na próxima segunda-feira (18).

Com isso, Cunha ficará muito próximo do baiano Geddel Vieira Lima (PMDB), que desde sexta-feira passada se encontra na mesma penitenciária.

Cunha irá para Brasília por ordem do juiz Vallisney de Souza Oliveira, da 10.ª Vara Federal do Distrito Federal. Ele deferiu a solicitação porque o peemedebista tem interrogatório no âmbito da ação penal derivada da Operação Sépsis. Cunha é réu no processo que investiga irregularidades na liberação de valores do Fundo de Investimento do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FI-FGTS).

A oitiva de Cunha está agendada para o próximo dia 22 de setembro. O ex-deputado ficará em Brasília, onde já foi um dos políticos mais poderosos, por nove dias, entre 18 e 26 deste mês. Cunha está preso em Curitiba, por ordem do juiz Sérgio Moro, desde 19 de outubro de 2016.

Varelanoticias