SUS passa a ofertar quatro novos medicamentos para tratamento da psoríase


O Sistema Único de Saúde vai passar a disponibilizar mais quatro medicamentos para o tratamento da psoríase. A doença é caracterizada pela inflamação da pele, é crônica, não contagiosa, multigênica, e caracterizada por lesões avermelhadas e descamativas, normalmente em placas, que aparecem, em geral, no couro cabeludo, cotovelos e joelhos.

De acordo com o Ministério da Saúde, as novas opções de tratamento são alternativas para casos mais graves da doença ou para quando o paciente não responde bem aos medicamentos já ofertados.

Segundo a Agência Brasil, os medicamentos já eram ofertados pelo SUS, mas tinham indicação para tratamento de outras doenças.

O Ministério apontou que entre os medicamentos incluídos para tratamento da psoríase estão adalimumabe, indicado para a primeira etapa do tratamento após falha da terapia padrão para psoríase; o secuquinumabe e o ustequinumabe, indicados na segunda etapa do tratamento após falha da primeira; e o etanercepte, indicado na primeira etapa de tratamento da psoríase após falha da terapia padrão em crianças.

BN