Câmara Municipal aprova projeto que acaba com “arrastão” da quarta-feira de cinzas


Câmara Municipal de Salvador aprovou, durante sessão nesta quarta-feira (11), o PL 45/2016, que proíbe a realização de eventos profanos na “quarta-feira de cinzas”, após o Carnaval, como o já conhecido “arrastão”.

“É um projeto que, aparentemente, é conservador, de cunho religioso, mas não há nesta Casa, pode ter igual, alguém mais Carnavalesco do que eu”, afirmou o vereador Henrique Carballal (PV), autor do projeto.

Ele sugere que, como alternativa para manter a duração da festa, mais um dia poderia ser adicionado ao calendário do evento, antes do início oficial. “O Carnaval é uma festa religiosa, por incrível que possa parecer. Ele segue o calendário litúrgico da Igreja Católica. […] É quando você extravasa todas suas relações com o mundo, como um período de preparação para a Semana Santa”, justificou.

Agora, o PL segue para sanção, ou veto, do prefeito ACM Neto (DEM). “O prefeito é quem decide se quer desagradar a comunidade católica”, concluiu.

Bnews