Manoel Vitório diz que Estado ‘não tem condição nenhuma’ de dar reajuste a servidores


O titular da Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz-BA), Manoel Vitório, disse, em entrevista à Rádio Metrópole, nesta segunda-feira (15), que o governo baiano não pode conceder aumento nos salários do funcionalismo.

“Se você dá esse reajuste, nós perdemos o controle. Não temos espaço fiscal para isso. A verdade é que, para aquele que talvez não acompanhe o linguajar técnico, não temos dinheiro para isso. É diferente a situação do Estado, do Município e da União. A União tem diversos mecanismos de se financiar.

O estado não tem. Se faltou (recurso), faltam as coisas e paramos de pagar o funcionalismo. Isso tem sido uma dificuldade nossa. Não temos condição nenhuma de dar reajuste geral”, declarou.

Para o secretário, é “incrivel”, que há pessoas que sabem da crise financeira que atinge outros estados, e ainda assim, acreditam que é possível ter reajuste. Na Bahia, os professores estaduais estão em greve e pedem, entre outras reivindicações, reajuste de 5,5% ao ano no salário base dos docentes.

“Não vamos fazer um ato de irresponsabilidade”, afirmou Manoel Vitório.

Metro1