Calero diz que ‘Justiça finalmente foi feita’ com prisão de Temer


O ex-ministro da Cultura Marcelo Calero afirmou estar com o “coração confortado” pela prisão do ex-presidente Michel Temer, por acreditar que “a Justiça finalmente foi feita”.

Calero pediu demissão da pasta em novembro de 2016, após polêmica envolvendo o ex-ministro Geddel Vieira Lima.

Na época, Calero acusou Geddel de pressioná-lo a liberar a construção do edifício La Vue, na Ladeira da Barra.

“Eu lembro de cada palavra que o Temer me falou quando eu estava saindo da sala dele, e ele tentando me convencer a favorecer o Geddel Vieira Lima no caso lá do empreendimento de Salvador. Naquele momento, quando ele me dizia que a política tem dessas coisas, eu tive duas certezas. A primeira é de que a política que ele queria não era definitivamente a política que eu queria. E, por outro lado, eu também tive a certeza de que eu estava lidando com uma quadrilha. E depois que os brasileiros deram uma resposta nas urnas, agora a Justiça finalmente é feita”, disse Calero, em vídeo.

Bahia.ba