Cerca de 10% das pessoas podem transmitir meningite sem apresentar sintomas


Cerca de 10% dos adultos e adolescentes são portadores assintomáticos da bactéria Neisseria meningitidis, causadora da meningite meningocócica. Apesar de não apresentar sintomas, esse grupo é capaz de transmitir o microrganismo por meio de gotículas e secreções do nariz e garganta. A informação é de uma pesquisa realizada pelo Centro de Informação em Saúde para Viajantes (Cives-UFRJ).

 

“Não sabemos o que faz uma pessoa carregar a bactéria e não desenvolver a doença. De modo geral, pessoas que tenham algum problema nas vias respiratórias ou baixa imunidade nesta área estão mais sujeitas”, afirmou Luciana Silveira, gerente médica da Sanofi Pasteur, em entrevista ao jornal Extra.

 

A mortalidade da doença é alta: cerca de 20% dos pacientes não conseguem sucesso no tratamento. De acordo com o Ministério da Saúde, os tipos de meningite mais comuns são as virais e as bacterianas — esta última merece grande atenção por conta da gravidade. Apesar da possibilidade de contágio em qualquer idade, o maior risco está entre crianças menores de cinco anos.

 

“A meningite tem uma letalidade grande, além do risco de sequelas neurológicas graves, por isso a vacinação é tão importante”, alertou a pediatra Priscila Mattos, gerente médica do CTI do Prontobaby.

BN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *