Submarino implodiu no fundo do mar, diz marinha Argentina


A marinha da Argentina falou nesta sábado (17), sobre as circunstância da localização do submarino ARA San Juan, segundo as autoridades a embarcação implodiu no fundo do mar, isso devido a pressão externa superando a do navio, e está a 907 metros de profundidade, o desaparecimento do aparelho aconteceu há um ano, com 44 tripulantes a bordo.

Três imagens autorizadas pela justiça foram divulgadas as familiares, as fotografias foram tiradas durante a localização, sendo da vela, hélice e seção da proa. “A partir de agora, a juíza que esta na causa que pode determinar em que momento que podemos remover as partes do submarino”, disse o almirante Jose Villán.

Ainda não é possível saber se a embarcação será retirada do fundo mar, a marinha revelou ainda que num raio de 70 metro é possível encontrar destroços.

O governo argentino já reconheceu não ter tecnologia para fazer o resgate. “Não temos meios para resgatar o submarino”, destacou. “Também não temos ROV (veículos de inspeção remota) para descer nessa profundidade. Nem temos equipamento para extrair uma embarcação com essas características”, acrescentou o ministro da Defesa, Oscar Aguad,

O ARA Saj Juan desapareceu as 8h30 de 15 de novembro de 2017, e que a explosão foi registrada às 10h51 do mesmo dia.