Mulher morre após fazer sexo oral em médico que colocou cocaína no próprio pênis


Foto: Reprodução

O médico alemão Andreas Niederbichler, 42 anos, foi preso após a morte de uma mulher que se relacionava com ele. Segundo informações do portal britânico Metro , o cirurgião plástico teria colocado cocaína em seu pênis pouco tempo antes da vítima fazer sexo oral nele, o que a teria levado à morte.

 

A vítima era uma mulher de 38, cuja identidade não foi revelada, que morreu após fazer sexo consensual com o homem dia 20 de fevereiro, na cidade de Halberstadt.

 

Os dois se conheceram na internet e, ao marcarem um encontro, o médico jogou cocaína em seu pênis , fazendo com que a mulher ingerisse toda a droga enquanto fazia sexo oral nele. Ela passou mal e se dirigiu ao centro médico mais próximo, porém morreu poucos instantes depois.

LEIA TAMBÉM: Sexo oral e relações sem camisinha estão disseminando supergonorreia, diz OMS

Niederbichler – que era o chefe dos médicos do Hospital Ameos, na mesma cidade – foi preso e está sendo investigado não só pela morte desta mulher, mas também pela intoxicação de muitas outras. A polícia acredita que ele já fez  vítimas em todo o país e, agora, trabalha para identificar mulheres que já se relacionaram com ele.

 

Uma delas já foi encontrada e declarou que ficou doente depois de se encontrar com o cirurgião. “Todas elas tiveram reações por causa do uso de narcóticos”, explicou Hal Roggenbuck, promotor responsável pelo caso. (IG)