Casos de sífilis em gestantes aumentam em Santo Antônio de Jesus


Professora Juliana Miranda falou sobre o assunto na Andaiá FM.

A Professora Juliana Miranda, Coordenadora do Curso de Enfermagem da Facemp, esteve na segunda edição do Programa Levante a Voz nessa quarta-feira, 02, falando sobre a sífilis. A sífilis é um mal silencioso e requer cuidados. Após a infecção inicial, a bactéria pode permanecer no corpo da pessoa por décadas para só depois manifestar-se novamente. Causada por uma bactéria chamada Treponema pallidum, a doença é geralmente transmitida via contato sexual e que entra no corpo por meio de pequenos cortes presentes na pele ou por membranas mucosas.

Segundo Juliana, os casos de sífilis em gestantes aumentaram no primeiro semestre em Santo Antônio de Jesus, em relação ao mesmo período do ano passado. Porém, a sífilis congênita e sífilis em adultos, diminuíram. Os dados são do CTA/SAE, programa que dispõe de uma equipe multidisciplinar, com enfermeira, pediatra, assistente social, farmacêutico, psicóloga, infectologista, obstetra, técnico de laboratório, gastro e técnico de enfermagem voltado para casos de doenças sexualmente transmissíveis.

A sífilis desenvolve-se em diferentes estágios, e os sintomas variam conforme a doença evolui. No entanto, as fases podem se sobrepor umas às outras. Os sintomas, portanto, podem seguir ou não uma ordem determinada. Geralmente, a doença evolui pelos seguintes estágios: primário, secundário, latente e terciário. As informações são do Blog do Valente.