Feira Chic 2018 de Mutuípe é realizada com cavalgada, veja vídeo

Paróquia de São Roque recebeu a visita da imagem peregrina de Nossa Senhora de Brotas, que foi recepcionada com cavalgada. Veja mais aqui. A Igreja Católica realizou neste domingo (8), a Feira Chic que precede a festa do padroeiro São Roque, o evento é marcado pela presença das famílias, que costumam passar o dia no … Leia Mais





Em protesto, homem ateia fogo no próprio carro em Londrina

O manifestante deve ser indiciado por crime ambiental.


Foto: WhatsApp

Os bombeiros foram acionados após um homem colocar fogo no próprio veículo em protesto na rotatória da avenida Dez de Dezembro com a Theodoro Victorelli, na zona central de Londrina.

 

O incidente aconteceu na tarde desta terça-feira (29), quando o homem estacionou a Fiat Fiorino sobre o gramado central da rotatória e ateou fogo no automóvel. Na lateral da Fiorino era possível ler os dizeres ‘Intervenção Militar já!’.

Segundo testemunhas, o homem estava indignado com o preço dos combustíveis e a alta carga tributária, e provocou o incêndio para chamar a atenção das autoridades. Um vídeo mostra o momento em que ele coloca fogo no carro.

O manifestante deve ser indiciado por crime ambiental. 24Horas.

Assista:


Carimbar ‘Lula Livre’ em cédula de Real é crime

Nota de Real com o carimbo 'Lula Livre' deve ser trocada no banco.


Reprodução/Twitter

Um vídeo tem sido compartilhado nas redes sociais onde é possível perceber uma pessoa carimbando diversas notas de Real com os dizeres “Lula Livre”, a tática faz parte da estrategia para mobilizar pessoas pela soltura do ex-presidente, preso pela Lava-Jato.

Juristas repudiam atitude e alertam para as penalidades.

Nesta quarta-feira (2), o R7, consultou jurista, que afirmaram ser crime o que está sendo feito, a atitude caracteriza crime de dano (artigo 163) e responsabilidade civil por danificar bem alheio. “O valor intrínseco da nota pertence ao portador, mas o papel moeda em si é patrimônio da União”, explica Rodrigo Matheus, conselheiro do Instituto dos Advogados de São Paulo (IASP).

LEIA TAMBÉM: Vox Populi: Lula lidera com 47% das intenções de voto após prisão

O comerciante não pode negar o recebimento da nota, mas deve trocá-la no banco.

A pena pode ser de um a seis meses de cadeia ou multa.


Secretária de administração de Mutuípe faz avaliação dos 50 dias na pasta

Meyre Rocha assumiu o cargo em 26 de fevereiro de 2018.


Na sexta-feira (13), em entrevista a secretária de administração de Mutuípe, Meyre Rocha, fez uma avaliação dos seus primeiros dias a frente da pasta.

Rocha aproveitou para destacar o trabalho de recuperação das estradas.


Moradores do Mutuípinho relatam estrondo acompanhado de tremor de terra


Os moradores da região do Mutuípinho, distante cerca de dois KM de Mutuípe, zona rural do município, afirmam que um estrondo acompanhado de tremor de terra foi registrado na tarde desta sexta-feira (13).

Segundo informações, o estrondo foi ouvido por volta de 14h, até o momento não foi possível identificar a origem do barulho. Apesar dos relatos de tremor nenhum dano a residências foi visualizado.

 


Jiquiriçá: moradores da Barra do Jaguaritu convivem com o medo da força das enxurradas

Bueiros estão entupidos e água atravessa a BR-420, oferecendo perigo a condutores e moradores da região.


Na manhã desta sexta-feira (13), a redação do Mídia Bahia, visitou a região da Barra do Jaguaritu, entre as cidades de Mutuípe e Jiquiriçá.

Os moradores da localidade convivem com o medo das forças das chuvas desde que em 2012, um temporal fez com que a enxurrada invadisse casas, deixando desabrigados e uma casa desmoronando parcialmente.

Desde a quarta-feira (11), tem chovido forte na região do Vale do Jiquiriçá, com isso as cenas voltaram a se repetir.

Segundo a moradora Barbara dos Santos, até então nada foi feito.