Redemoinho atinge São Francisco do Conde e assusta moradores

Um redemoinho atingiu o município de São Francisco do Conde, na Região Metropolitana de Salvador e assustou os moradores neste sábado (8). Nos vídeos é possível ver objetos voando e a destruição que ficou no local após a passagem. Casas foram destelhadas, toldos foram arrancados e houve muito prejuízo na cidade. BNews. Assista aos vídeos:





Feira Chic 2018 de Mutuípe é realizada com cavalgada, veja vídeo

Paróquia de São Roque recebeu a visita da imagem peregrina de Nossa Senhora de Brotas, que foi recepcionada com cavalgada. Veja mais aqui. A Igreja Católica realizou neste domingo (8), a Feira Chic que precede a festa do padroeiro São Roque, o evento é marcado pela presença das famílias, que costumam passar o dia no … Leia Mais


Tradicional Feira Chic movimenta segundo domingo de julho em Mutuípe, veja vídeo


A Igreja Católica realizou neste domingo (8), a Feira Chic que precede a festa do padroeiro São Roque, o evento é marcado pela presença das famílias, que costumam passar o dia no Central Fest, e ele começa cedo, logo pela manhã tem missa, café, apresentações, almoço e leilão.

Em 2018 a festa foi agraciada com a visita da imagem peregrina de Nossa Senhora de Brotas, padroeira de Milagres, que foi recebida na cidade com cavalgada, percorrendo as ruas de Mutuípe.


Morador de Jiquiriçá diz no Jornal Hoje qual Brasil quer para o futuro

Participante cobrou funcionamento de posto de saúde construído há quatro anos.


O morador de Jiquiriçá identificado por Renato Costa, gravou um vídeo de 15 segundos e enviou para a Rede Globo, quadro “O Brasil que eu quero”.

A cobrança foi exibida nesta quarta-feira (4), no Jornal Hoje, Costa criticou um posto de saúde construído há quatro anos e até então sem utilização, o participante aproveitou para pedir saúde, segurança, educação e moradia. Veja o vídeo aqui

+ Moradoras de Ubaíra dizem no JN qual Brasil querem para o futuro

Com o quadro a TV Globo pretende ouvir o desejo de cada um dos 5.570 municípios do Brasil.


Moradoras de Ubaíra dizem no JN qual Brasil querem para o futuro

Participação foi ao ar dia 22 de junho, no Jornal Nacional.


Duas moradores de Ubaíra, foram destaque no quadro “O Brasil que eu quero” da rede Globo de televisão. A gravação de 15 segundos foi exibida no Jornal Nacional.

Identificadas com Kely e Vânia, a dupla espera um Brasil com respeito as mulheres. Clique aqui e veja o vídeo. 

Com o quadro a TV Globo pretende ouvir o desejo de cada um dos 5.570 municípios do Brasil.


Em protesto, homem ateia fogo no próprio carro em Londrina

O manifestante deve ser indiciado por crime ambiental.


Foto: WhatsApp

Os bombeiros foram acionados após um homem colocar fogo no próprio veículo em protesto na rotatória da avenida Dez de Dezembro com a Theodoro Victorelli, na zona central de Londrina.

 

O incidente aconteceu na tarde desta terça-feira (29), quando o homem estacionou a Fiat Fiorino sobre o gramado central da rotatória e ateou fogo no automóvel. Na lateral da Fiorino era possível ler os dizeres ‘Intervenção Militar já!’.

Segundo testemunhas, o homem estava indignado com o preço dos combustíveis e a alta carga tributária, e provocou o incêndio para chamar a atenção das autoridades. Um vídeo mostra o momento em que ele coloca fogo no carro.

O manifestante deve ser indiciado por crime ambiental. 24Horas.

Assista:


Carimbar ‘Lula Livre’ em cédula de Real é crime

Nota de Real com o carimbo 'Lula Livre' deve ser trocada no banco.


Reprodução/Twitter

Um vídeo tem sido compartilhado nas redes sociais onde é possível perceber uma pessoa carimbando diversas notas de Real com os dizeres “Lula Livre”, a tática faz parte da estrategia para mobilizar pessoas pela soltura do ex-presidente, preso pela Lava-Jato.

Juristas repudiam atitude e alertam para as penalidades.

Nesta quarta-feira (2), o R7, consultou jurista, que afirmaram ser crime o que está sendo feito, a atitude caracteriza crime de dano (artigo 163) e responsabilidade civil por danificar bem alheio. “O valor intrínseco da nota pertence ao portador, mas o papel moeda em si é patrimônio da União”, explica Rodrigo Matheus, conselheiro do Instituto dos Advogados de São Paulo (IASP).

LEIA TAMBÉM: Vox Populi: Lula lidera com 47% das intenções de voto após prisão

O comerciante não pode negar o recebimento da nota, mas deve trocá-la no banco.

A pena pode ser de um a seis meses de cadeia ou multa.