Acidente envolvendo caminhão da banda de Léo Santana deixa dois mortos

Um acidente envolvendo um caminhão da banda do cantor Léo Santana deixou duas pessoas mortas na BR-116, na altura da cidade de Itatim, a cerca de 220 km de Salvador, no sábado (6). A informação foi confirmada pela assessoria do artista. Conforme a nota divulgada pela produção do cantor, neste domingo (7), as vítimas estavam … Leia Mais


Menino é picado por jararaca enquanto dormia

Um menino foi picado por uma cobra jararaca na cama enquanto dormia em uma fazenda na madrugada desta sexta-feira, dia 5/7, na Cidade de Lucas do Rio Verde, distante 370 quilômetros de Cuiabá, no Mato Grosso. Segundo testemunhas, a criança dormia quando foi picada, sentiu a picada da cobra e chamou os pais que foram … Leia Mais


Suspeito de tráfico de drogas é preso em Mutuípe

Após uma denúncia anônima de ocorrência de tráfico de drogas, a Polícia Militar realizou operação na Rua Jiquiriçá, no bairro da Cajazeira em Mutuípe, nesta quinta-feira (4). A guarnição de Motopatrulhamento realizou varredura na área e identificou o possível suspeito, que ao perceberem a presença da polícia tentou fugir, mas foi alcançado. Segundo a assessoria … Leia Mais


A criminalidade dói até no seu bolso, por Marco Antônio Barbosa**

A criminalidade afeta a vida de todos, direta ou indiretamente. Dos que choram seus entes queridos até àqueles que se acham distante das periferias ou zonas de altas taxas de violência. Mesmo atrás das grades de condomínios e com todos os sistemas de segurança e tecnologias existentes, ela vai te atingir. Neste ano, o Atlas … Leia Mais


Prova do Enem deixará de ser aplicada em papel, diz presidente do Inep


O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) vai deixar de aplicar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em papel a partir de 2026.

A transição do papel para o computador vai começar em 2020 com um projeto-piloto para 50 mil candidatos de 15 capitais, explicou Alexandre Lopes, o novo presidente do Inep, em entrevista coletiva a jornalistas, na manhã desta quarta-feira (3).

Em 2020, o Enem terá as duas aplicações anuais, além de uma aplicação em formato digital em dois dias de outubro.

A aplicação em 2020 será em 15 capitais brasileiras e a adesão dos candidatos será opcional no ato de inscrição, até um total de 50 mil participantes, o equivalente a 1% do total de participantes.

Bahia.ba


Fato inédito: Hospital realiza cirurgia em bebê ainda no útero da mãe; entenda


Um fato inédito na saúde aconteceu esta semana em em São José do Rio Preto: um bebê com 33 semanas foi operado no útero da mãe para a correção de uma má formação congênita que o faria nascer com o intestino fora do abdômen. De acordo com o Estadão, a assessoria do Hospital da Criança e Maternidade (HCM) informou que o procedimento para corrigir a má formação, conhecida como gastrosquise, só era feito após o nascimento da criança.

O procedimento, denominado fetoscopia, foi realizado por uma equipe com médicos do HCM, do Hospital Albert Einstein, de São Paulo, Universidade de Taubaté (Unitau) e Hospital de Baia Blanca, da Argentina. A cirurgia durou 1h40. Foram feitas quatro pequenas incisões na barriga da mãe para a introdução dos instrumentos que permitem ver o interior do útero e corrigir a má formação. O intestino do bebê foi recolhido à cavidade abdominal e a parede muscular foi fechada.

O especialista em medicina fetal do HCM, Gustavo Henrique de Oliveira, informou que a técnica traz benefícios importantes para a saúde do futuro bebê e da mãe. “O primeiro é a segurança do procedimento, pois o feto é operado em ambiente o mais estéril possível, que é o útero materno. Com isso, o risco de infecção é extremamente reduzido”, salientou.

Além disso, o bebê já nasce sadio, o que possibilita mamar de imediato no sei da genitora e ter alta em três ou quatro dias. Já o bebê que se submete à cirurgia após o nascimento tem as alças intestinais muito inflamadas, o que o impede de mamar e precisa permanecer, em média, 30 dias internado, recebendo nutrição parenteral. Só após esse período, ele pode ter contato com o seio materno. Só no Brasil, a cada 2 mil bebês, um nasce com essa má formação congênita.

BN


Anvisa aprova dispositivo americano para socorrer vítimas de engasgo


A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou a comercialização no Brasil de um dispositivo americano que ajuda a evitar asfixia por objetos ou alimentos, principal causa de mortes acidentais de crianças no país conforme a Sociedade Brasileira de Pediatria. Somente no ano de 2016, o número de vítimas chegou a 800 no Brasil.

Chamado de LifeVac, o dispositivo suga o que está preso na garganta de volta à boca. Reportagem da Folha de S. Paulo afirma que o aparelho permite que qualquer pessoa, sem treinamento prévio, possa socorrer alguém que esteja sufocando em poucos passos. O produto lembra um desentupidor.

O produto começará a ser comercializado no Brasil em cerca de quatro meses, pela empresa Sterifarma Produtos Cirúrgicos.

Segundo a Folha, o valor pelo qual o dispositivo será vendido no Brasil ainda não foi divulgado, mas, nos EUA, o LifeVac custa em torno de US$ 70 e acompanha duas máscaras, uma infantil e outra adulta. As máscaras são descartáveis e cada unidade custa US$ 5,95. Há, ainda, um kit escolar com quatro unidades do LifeVac e oito máscaras.

BN


WhatsApp vai parar de funcionar em alguns celulares nos próximos meses


O WhatsApp deu um ultimato nesta semana aos que não compraram um celular novo ou não atualizaram seu sistema operacional em mais de seis anos: o aplicativo de mensagens deixará de funcionar em breve em modelos de smartphone que a empresa não considera mais interessantes para hospedar sua plataforma.

A lista é ampla e afeta os telefones da Apple e de outras marcas.

Caso você tenha um celular Android, todos aqueles com o sistema operacional 2.3.7 ou anterior serão afetados.

Se tiver um iPhone, aqueles com o iOS 7 ou versão anterior sofrerão com a decisão do WhatsApp.

“Nas seguintes plataformas, não é possível criar novas contas ou reverificar contas existentes”, disse a empresa em um artigo atualizado de seu site de perguntas e respostas. “No entanto, se você já usa o WhatsApp, pode continuar usando-o até fevereiro de 2020.”

A medida inclui, entre outros, modelos que usam sistemas Android desatualizados, como o Samsung Galaxy S3, o Galaxy Nexus do Google ou o Sony Xperia S. No caso do iPhone, serão afetados o iPhone 3G, 3GS ou iPhone 4.

O mesmo vale para o Nokia S40, Windows Phone com sistema operacional 8.0 e Blackberry 10.

Mas se você é um dos poucos que usa o sistema operacional Windows Phone, o prazo final é 31 de dezembro, quando o aplicativo não estará mais disponível na loja online do Windows, a Microsoft Store, “e é possível que já não esteja disponível a partir de 1º de julho de 2019 “, alertam os responsáveis pelo WhatsApp.

A Microsoft lançou o Windows Phone em 2010, mas não teve muito sucesso com o aparelho. Apenas 0,24% dos telefones do mundo o usam, de acordo com o site de análise de tráfego Statcounter.

“Como não estamos mais desenvolvendo o aplicativo para esses sistemas operacionais, algumas das funções podem parar de funcionar a qualquer momento”, explica a empresa.

Como saber se seu celular será afetado?

O WhatsApp não listou os modelos de celular afetados, mas os sistemas operacionais, que é o que o usuário deve verificar.

Se você usa Android, acesse o menu “Configurações” de seu aparelho e procure a seção “Sobre o dispositivo” e depois “Info.software”, onde encontrará a versão do sistema operacional que está instalada.

Se tiver um iPhone, procure a opção “Geral” no menu “Ajustes” e clique em “Sobre” para verificar sua versão do iOS.

Você pode tentar atualizar o sistema, embora isso não seja possível em todos os casos.

BBC news


População se levanta contra construção “irregular” em área pública de Mutuípe, prefeitura diz ter embargado


Nesta quarta-feira (27), um leitor do Mídia Bahia enviou a nossa redação, imagens de uma construção supostamente irregular na rua Joana Angélica, em Mutuípe.

Escavações para instalação da fundação do que aparenta ser uma casa estavam acontecendo numa área pertencente ao poder público, destinada a uma pequena praça.

Em nota a prefeitura de Mutuípe, afirmou que assim que tomou conhecimento do fato, embargou a obra. Não conseguimos contanto com o proprietário da obra.