MEC prorroga para novembro prazo de aditamento do Fies

O Ministério da Educação prorrogou até o dia 20 de novembro o prazo para aditamento de renovação semestral dos contratos do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). A portaria do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) definindo a nova data foi publicada hoje (16) no Diário Oficial da União. O prazo original para a renovação dos contratos terminava … Leia Mais


Comer placenta pode trazer riscos para mãe e bebê, aponta pesquisa

Uma pesquisa realizada pela Weill Cornell Medical College, em Nova York (EUA), e publicada no periódico ‘American Journal of Obstetrics & Gynecology’ aponta que a prática de comer placenta após o parto pode trazer riscos para mãe e bebê. Quem ingere o órgão acredita que a prática traz benefícios no pós-parto, como a diminuição de … Leia Mais


Carreira de professor desperta cada vez menos o interesse de jovens

A falta de reconhecimento e de condições de trabalho tem atraído cada vez menos alunos para uma profissão que já esteve entre as mais valorizadas no país: a de professor. A cada 100 jovens que ingressam nos cursos de pedagogia e licenciatura no país, apenas 51 concluem o curso. Entre os que chegam ao final do … Leia Mais


Mutuipense é morto a tiros em Elísio Medrado

“Beto da Capoeira” já residiu em Mutuípe na rua Dom Macedo Costa. Um mutuipense foi morto a tiros na noite desta sexta-feira (13), no município de Elísio Medrado. A vítima foi identificada somente pelo prenome “Beto”, em Mutuípe os populares o chamavam “Nego Beto”, no local onde foi morto: “Beto da Capoeira”. Segundo informações de … Leia Mais


Bolsas de sangue colhidas em Campanhas realizadas em cidades do Vale do Jiquiriçá ajudam atender vítimas de acidente em Piritiba

As últimas campanhas de doação de sangue de 2017 realizadas nos municípios de Amargosa, Mutuípe e Jiquiriçá estão ajudando a atender pessoas do acidente que vitimou 46 pessoas entre elas crianças na BA-241, em um trecho da cidade de Piritiba, região da Chapada Diamantina. Devido ao acidente, uma mensagem está circulando nas redes sociais solicitando … Leia Mais


Ladrão arrependido devolve pertences e deixa carta pedindo perdão


Arrependimento parece ser uma questão que tem tomado criminosos no Paraná. Depois que um preso fugiu da cadeia e ligou para polícia pedindo que o buscasse de volta, outro caso chamou a atenção do estado. Um homem que furtou um carro e eletrônicos que estavam no veículo em Guarapuava, acabou se arrependendo do crime e resolveu tentar consertar a história.

O veículo foi roubado no sábado (7) por volta das 20h30. Imediatamente, o técnico em informática Thiago Sene fez campanha nas redes sociais e registrou queixa do furto. Cerca de três horas depois, o veículo foi encontrado em um estacionamento de uma loja, a aproximadamente de dois quilômetros do local do furto. No entanto, os pertences que estavam dentro do veículo – um tablet, um aparelho de dvd e uma bateria de celular – não foram achados.

O mais surpreendente da história veio dois dias depois. Na madrugada de segunda-feira, por volta de 1h30, o dono do veículo recebeu uma ligação a cobrar e retornou. “Ficou uns 30 segundos sem falar nada, aí começou: ‘quero pedir desculpa pelo que fiz’. Não acreditei muito no começo, daí perguntei da chave”, contou Sene ao G1.

Segundo ele, o homem disse que a chave estava no quebra-sol. “Aí eu acreditei e ele começou a contar a história triste dele e a chorar”.  Disposto a consertar o erro, o homem falou ao telefone que iria devolver os pertences do técnico em informática.  Ele deixou os pertences atrás de uma árvore perto de onde o carro tinha sido levado. E não é que o ladrão cumpriu a promessa? O técnico em informática saiu de casa em plena madrugada e encontrou os pertences e o bilhete abaixo. “Vou começar pedindo que vocês possam me perdoar. VI que vocês são evangélicos na Metodista, eu também era… Mas me separei de Deus”, escreveu ele.

Correio


Venda de ingressos da Copa encerra 1ª etapa com 3,5 milhões de pedidos


Quase 3,5 milhões de ingressos foram solicitados na primeira etapa da venda de ingressos para a Copa do Mundo de 2018, na Rússia, segundo informou a Fifa. O período de pedidos dos bilhetes começou em 14 de setembro e foi encerrado às 6 horas (de Brasília) desta quinta-feira (12).

Com 23 das 32 seleções já classificadas, foram pedidos exatamente 3.496.204 de ingressos. E o Brasil está entre os países que mais solicitaram bilhetes, colocando-se entre os dez primeiros.

A maioria dos pedidos veio da Rússia, com mais de 60% do total. Destacam-se entre os demais países a Alemanha, o Brasil, a Argentina, o México, os Estados Unidos, a Colômbia, o Egito, a China e a Polônia. Norte-americanos e chineses, no entanto, sequer se classificaram para a Copa.

A Fifa informou ainda que aproximadamente 150 mil pedidos foram para o jogo de abertura, em 14 de junho, entre a anfitriã Rússia e um adversário a ser definido por sorteio, e outros 300 mil para a grande decisão do dia 15 de julho.

A classificação de inúmeras seleções nos últimos dias, aliás, impulsionou a solicitação de ingressos. Na parcial divulgada na quarta-feira da semana passada, os pedidos somavam pouco mais de 1,5 milhão.

Nesta fase, os torcedores solicitam as entradas sem saber as seleções que poderão acompanhar. Em caso de maior disponibilidade do que procura, como na abertura e na decisão, os ingressos serão sorteados, sem importar a ordem em que foram pedidos.

As respostas sobre as solicitações serão dadas até 16 de novembro, quando iniciará uma nova etapa em que a ordem dos pedidos será determinante, válida até 28 do mesmo mês. Esses ingressos serão enviados gratuitamente aos torcedores até as semanas que antecedem o início da Copa do Mundo.

Os pedidos de ingressos só podem ser feitos no site da Fifa. As entradas mais baratas, para a fase de grupos, custam US$ 105 (cerca de R$ 326). Os mais caros, para a final, são de US$ 1.100 (R$ 3.420). As vendas serão divididas em três fases: a atual; uma segunda, que começa depois do sorteio das seleções, em 1° de dezembro; e a última, que terá início em 18 de abril e acaba em 15 de julho.

Já estão classificados Brasil, Uruguai, Argentina e Colômbia, na América do Sul; Irã, Japão, Coreia do Sul e Arábia Saudita, na Ásia; Bélgica, Alemanha, Inglaterra, Espanha, Polônia, Islândia, Sérvia, França e Portugal, na Europa; México, Costa Rica e Panamá, na Concacaf; Nigéria e Egito, na África; e a Rússia como país-sede.

Estadão


Preso se arrepende de fuga e liga para que PM o leve de volta


Um homem se arrependeu de fugir do Centro de Regime Semiaberto de Guarapuava (Crag), na região central do Paraná, e ligou para que a Polícia Militar (PM) fosse buscá-lo.

De acordo com a PM, o caso aconteceu na noite da última terça-feira (10), quando o homem e outro preso fugiram do local, às 19h, em direção à rodovia BR-277.

Apesar de buscas na região, os fugitivos não foram encontrados. Por volta de 22h30, os policiais receberam o telefonema do preso arrependido.

BN


Pesquisa mostra que 2 em cada 10 pediatras sofrem atos de violência no trabalho


Dois em cada dez pediatras no Brasil têm sido submetidos frequentemente a atos de violência em seu ambiente de trabalho. O dado é resultado de pesquisa elaborada pelo Instituto Datafolha, sob encomenda da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), apresentado nesta quarta-feira (11). Em estruturas da rede pública de saúde, a incidência de tais casos aproxima-se de 30%, atingindo 26% do universo de médicos dessa especialidade.

Em hospitais e consultórios privados, o indicador é de 12%. Outra revelação do levantamento é que 53% dos profissionais dividem o tempo entre expedientes das duas esferas. Para a presidente da SBP, Luciana Rodrigues Silva, a lastimável situação é uma realidade que não fica restrita somente aos pediatras brasileiros, constituindo-se na vida da maioria dos médicos. Para que esse quadro seja desenredado, ela diz que os órgãos representativos da categoria precisam se mobilizar. “Nós vemos que a sociedade se encontra em um momento delicado, porque a violência começa a fazer parte de nossos dias.

A situação de trabalho também é muito estressante para os médicos e, além disso, há um volume muito grande de pacientes. Há vários fatores na determinação dessa violência”, afirmou à Agência Brasil. A médica destaca que as mulheres pediatras estão, “como sempre”, mais vulneráveis.

Os números corroboram a opinião de Luciana, já que, enquanto 17% dos pediatras consultados declaram enfrentar agressões, 24% das profissionais mulheres sofrem com isso. Quando consideradas ocorrências dos últimos 12 meses anteriores à entrevista, a percentagem de mulheres atacadas sobe para 26%. Além disso, o nível de estresse ocasionado pelas condições de trabalho é o maior registrado entre as médicas nos últimos cinco anos: 66%.

BN


7 passos para uma dieta anti-inflamatória


Quando a alimentação é nutritiva, hidratante e repleta de componentes que beneficiem o organismo, como os antioxidantes, estão reunidos todos os ingredientes para uma saúde de ‘ferro’. Mas existe um fator que não pode faltar na hora de procurar uma alimentação saudável: o poder anti-inflamatório dos alimentos. Uma dieta que atue como protetora da ativação dos marcadores inflamatórios ajuda a prevenir algumas das doenças mais comuns, como a artrite e até mesmo o câncer.

Seguir uma dieta anti-inflamatória é mais simples do que parece e pode ser em conta. Como mostra o site Mind Body Green, o segredo começa por banir todos os alimentos que fazem mal. Ao excluir os alimentos processados e industrializados, assim como todas as carnes vermelhas e processadas, já se consegue economizar um bom dinheiro e ganhar mais saúde (e aqui entram também alimentos que contém muitos pesticidas).

 

Mas se banir os vilões é importante, incluir os mocinhos é fundamental e os alimentos com poder anti-inflamatório devem constar na dieta diária:

Apesar dos alimentos orgânicos serem a melhor opção, a vida moderna muitas vezes impossibilita que se compre frutas e vegetais todos os dias, Nestes casos, a alternativa mais prática e barata é comprar os alimentos congelados. Ao ter o congelador repleto de vegetais já prontos para serem cozidos, será muito mais fácil incluir estes alimentos na maioria das refeições.

Optar por comprar de produtores locais e orgânicos não só possibilita alimentos mais gostosos e frescos como economizar, além de ser uma ótima maneira de se consumir apenas os alimentos da época.

Uma outra forma bastante eficaz de seguir uma dieta anti-inflamatória e fazer uma boa poupança é com a redução do consumo de carne, proteína de origem animal que pode ser facilmente substituída por versões vegetais, como as leguminosas, tofu, seitan e tempeh.

Segundo o site Mind Body Green, o jejum intermitente é uma outra boa aposta, não só por ajudar o organismo a livrar-se de tudo o que faz mal, mas também porque ajuda a controlar melhor o apetite e, claro, a gula. Por fim, mas não menos importante, está a necessidade de reduzir o número de vezes que se come fora, seja em restaurantes, ou padarias. Planejar as refeições e fazer todos os pratos em casa ajuda a economizar tempo e dinheiro e a ganhar mais anos de vida.