O que é Rinoplastia fechada

A rinoplastia pode ser classificada em rinoplastia fechada ou aberta. A rinoplastia fechada é um procedimento mais conservador que é realizada por meio de uma incisão na parte interna do dorso do nariz. Aliás, esta é considerada a principal diferença entre a técnica de rinoplastia aberta e a fechada. A incisão interna pode ser feita … Leia Mais





Como evitar a celulite?

Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), a celulite é uma queixa estética comum que acomete oito em cada dez mulheres. O problema mexe com a autoestima, já que se manifesta de forma bem visível em regiões como coxas, quadris e glúteos. “Os famosos furinhos são mais frequentes nas mulheres devido a estrutura das fibras do … Leia Mais


Musculação ajuda a aumentar a força e a resistência para outros esportes


Muitas pessoas que praticam esportes, como tênis, futebol, lutas, corrida, entre outros, deixam de fazer musculação por, às vezes, acharem que o exercício a mais pode trazer prejuízos. Mas isso pode ser um erro! Os exercícios de força podem contribuir bastante para o indivíduo ter um bom desempenho na sua modalidade ‘principal’. Existem boas razões para incluir na rotina de atividades físicas, os treinos de musculação.Uma delas diz respeito à força muscular.

“O desenvolvimento dessa capacidade física é a base necessária para correr, saltar, chutar a gol, dar golpes e fazer movimentações rápidas com mudanças de direção, dentre outros gestos exigidos em diferentes modalidades”, explica Igor Castro, Diretor Técnico da Rede Alpha Fitness.

 

A segunda razão diz respeito à prevenção de lesão muscular, graças ao fortalecimento e equilíbrio muscular em geral. Músculos utilizados de forma primária no esporte,assim como músculos acessórios, (que oferecem estabilidade às articulações) são alvos freqüentes de lesões no meio esportivo.

 

“Um exemplo comum é de futebolistas sofrerem lesão no músculo da região posterior da coxa durante um chute forte e repentino, assim como em uma arrancada explosiva. Boa parte desses jogadores possui um encurtamento da musculatura posterior, fazendo com que haja menor capacidade de gerar força muscular (músculo encurtado gera menos força). Além de encurtado, geralmente há um desequilíbrio entre região anterior (muito forte) e posterior (muito fraca), fazendo com que algum músculo da região posterior não suporte gerar a força solicitada nos movimentos citados”, comenta Igor.

 

Nesse sentido, a musculação pode auxiliar no equilíbrio dos músculos da coxa, além de fortalecer os do tronco e região pélvica, fazendo com que haja melhor distribuição da força e solicitação dos músculos nos futuros movimentos.

 

Uma ótima forma de fazer com que a musculação turbine a performance é ter as informações necessárias sobre a modalidade praticada (tipo de força mais exigida, ações motoras predominantes, tempo de ações em alta intensidade e/ou baixa, etc.), para então procurar um educador físico na musculação.“Essa combinação será perfeita para melhorar o desempenho do atleta, seja ele amador ou profissional, assim como prevenir lesões”, conclui o diretor da Rede Alpha Fitness.


Cinco sinais de que seu coração não anda bem

Mortes por doenças cardíacas ainda são consideradas uma fatalidade, mas poderiam ser evitadas se a adesão ao tratamento fosse maior


Setembro Vermelho é o mês para lembrar de que as doenças cardiovasculares são a principal causa de mortes em todo o mundo. De acordo com o Ministério da Saúde, a cada 300 mil brasileiros morrem a cada ano por doenças cardiovasculares. “Muitas pessoas ainda acreditam que as cardiopatias são uma fatalidade, o que é um equívoco. Elas são doenças crônicas, que poderiam ser evitadas se todos aderissem ao tratamento recomendado pelos médicos”, explica Dr. Marcelo Sampaio, cardiologista e membro do comitê científico do Instituto Lado a Lado pela Vida (LAL).
Conscientizar a população de que as doenças cardíacas demandam cuidados constantes é um dos objetivos da campanha Siga seu Coração – O movimento não pode parar em 2018. Realizada pelo LAL, a ação pretende também alertar a população para o fato de que as enfermidades do coração são silenciosas e é fundamental ter conhecimento de suas causas e sintomas para mantê-las sob controle.
Além disso, o reconhecimento rápido dos sinais de um episódio isquêmico e a procura por atendimento médico podem reduzir o risco de morte e de sequelas. Dr. Sampaio lista quais são os principais sintomas:
Palpitações
A sensação de que o coração está batendo fora do ritmo, muito rápido ou muito forte, pode ser um sinal de arritmia cardíaca. As palpitações podem ocorrer naturalmente, desencadeadas pelo estresse ou fortes emoções, durante atividade, ou até mesmo quando a pessoa estiver sentada ou deitada. Caso se torne recorrente, pode ser um sintoma de problemas graves, como falência cardíaca e fibrilação. É importante consultar um médico para averiguar o problema.
Desconforto ou dor no peito
Dor ou sensação de aperto e desconforto no peito são sintomas clássicos de ataques cardíacos, mas não necessariamente indicam este problema. Muitas vezes podem significar problemas menos graves. De qualquer forma, é importante investigar. A dor de uma isquemia cardíaca costuma ser localizada à esquerda e é descrita como uma “pressão”, “um peso forte no peito”. No caso de mulheres, pode se assemelhar a uma queimação e se estender para pescoço e mandíbula. Geralmente, vem acompanhada de suor e falta de ar e ocorre após esforço físico.
Falta de fôlego
A fadiga depois de um esforço, como subir uma escada, é comum, principalmente se a pessoa for sedentária. Mas é importante distinguir esse cansaço. Caso trate-se de dificuldade para respirar ou falta de fôlego, pode ser um sinal de insuficiência cardíaca. Quando a falta de ar (dispneia) é recorrente, ou acontece após pequenos esforços, deve ser vista com preocupação.
Tontura ou desmaio
Esse sinal pode estar ligado a uma queda súbita de pressão, que indica fluxo insuficiente de sangue no cérebro. Também pode ser resultado de problemas como estreitamento da válvula aórtica, que dificulta a passagem de sangue para o coração, arritmias e coração grande (ou cardiomegalia).
Dor nas pernas
Dores nas pernas podem ser decorrentes de diversos problemas. Quando é recorrente, pode indicar problemas nos vasos sanguíneos, como doença arterial periférica. Além da dor intensa, as extremidades (dedos dos pés) vão ficando com pouco oxigênio e nutrientes, tornando-se rapidamente frias e azuladas. É importante, nestes casos, procurar atendimento médico imediato. Nos eventos crônicos, com a obstrução gradativa, há dor nas pernas quando se caminha pequenas distâncias. A doença arterial periférica aumenta o risco de infarto ou AVC.
 
___________________________________________________________
Instituto Lado a Lado pela Vida tem a missão de ampliar o acesso às novas tecnologias e humanizar a saúde de norte a sul do Brasil através do diálogo, do acolhimento e da promoção do bem-estar físico e emocional. Para isso, a equipe do Instituto percorres o país propagando a importância da prevenção, do autocuidado e da autoestima, levando para homens, mulheres e crianças essa conscientização de que a saúde é o bem mais valioso e merece atenção especial. Saiba mais e faça parte desse desafio e dessa nobre missão. www.ladoaladopelavida.org.br 

‘Língua Peluda’, uma estranha doença que assusta


New England Journal of Medicine.

Língua peluda é um problema relacionada a uma deficiência no sistema imunológico mais do que qualquer outra coisa. Tanto que algumas pessoas com AIDS (em fase terminal) podem apresentar este problema.

Língua peluda, nada mais é que detritos, bactérias ou outros microrganismos que se acumulam nas papilas alongadas, causando a descoloração negra. Resíduos de café, chá e tabaco também podem contribuir para a cor escura, de acordo com uma publicação de 2015 no World Journal of Gastroenterology.

Nesta segunda-feira (10) a BBC publicou matéria sobre uma mulher que desenvolveu a condição após tomar minociclina, um antibiótico usado para tratar uma ferida em decorrência de um acidente de trânsito.

A “língua preta peluda” assunta assim que a pessoa se depara com a condição e está diretamente ligada a má higienização bucal, apesar do nome, não nascem pelos na língua.

Apesar das suspeitas em relação ao surgimento da doença, as informações sobre ela ainda são vagas, pois os cientistas ainda não sabem como antibióticos causam o problema.


Bactéria presente na saliva dos pets pode matar humanos

Doença tem sintomas parecidos com os da gripe, podendo ser transmitida de cães e gatos.


Não há quem resista à fofura dos animais de estimação. Cães e gatos são tão próximos dos donos que frequentemente recebem beijinhos e retribuem com lambidas. Mas essa troca de afetos pode ser perigosa aos humanos devido à capnositopefaga, uma bactéria encontrada na saliva dos pets é capaz de matar.

pets
Foto: Pixabay

O nome da bactéria é difícil e os casos, raros. Mas, uma vez em contato com o corpo humano, ela pode causar uma infecção grave.

As infecções severas são consideradas incomuns. Segundo as agências internacionais de saúde, desde 1976, apenas 200 casos foram registrados em humanos. Os sintomas são semelhantes aos da gripe, por isso é preciso se atentar à proximidade com os pets. Apenas um exame mais detalhado pode diagnosticar se a bactéria causou a sepse, uma infecção generalizada e grave.

Foto: Pixabay

Apenas um exame mais detalhado pode diagnosticar se a bactéria causou a sepse, uma infecção generalizada e grave. O contágio, geralmente, acontece através da mordida do bichinho, mas a bactéria também pode ser transmitida pela lambida do animal. R7


Ovo: uma fonte de proteína, vitaminas e minerais


A proteína é um macro nutriente e dentre suas inúmeras funções, é fundamental para manter a qualidade e quantidade de massa muscular ao longo da vida. Assim, é comum os esportistas e atletas consumirem proteínas pós treino com o objetivo de ganhar massa muscular. Também é muito importante na alimentação com o avançar da idade, já que com o passar do tempo vamos perdendo massa muscular.

 

As proteínas contêm 21 aminoácidos, dos quais 7 são considerados aminoácidos essenciais, isto é, precisam ser obtidos através da alimentação. A clara do ovo é uma importante fonte de proteína, ajudando, então, a suprir as necessidades protéicas do organismo.

 

Quem aponta os fatos acima é Lúcia Endriukaite, nutricionista do Instituto Ovos Brasil, entidade sem fins lucrativos que busca esclarecer a população sobre as propriedades nutricionais do ovo e os benefícios que este alimento proporciona à saúde.

Ela também afirma que a proteína possui uma gra

 

nde importância para as nossas células, entretanto, vitaminas, minerais fazem parte de reações bioquímicas em nosso organismo proporcionando bem-estar, pois nutrientes como vitamina A, vitamina E, zinco, magnésio e selênio têm ação antioxidante e contribuem para a redução de processos inflamatórios.

Compostos bioativos como a luteína e zeaxantina atuam na proteção dos olhos e no organismo como um todo. As vitaminas do complexo B favorecem a produção de energia na célula, pois atuam no metabolismo de carboidratos, proteínas e gorduras.

Estes nutrientes e outros como vitamina D, Vitamina K, cálcio, ferro estão presentes no ovo e por isso atuam de forma sinérgica e contribuem para um melhor desempenho do organismo.

 

O ovo é um alimento de fácil preparo, saboroso e pode ser incluído em qualquer refeição e combinado com os mais diversos tipos de alimentos. Na prática, isto significa promoção de saúde.

 

 

Semana do Ovo

Com várias ações promocionais, palestras, distribuições de brindes e degustações promovidas pelo Instituto Ovos Brasil e algumas empresas que atuam no segmento, o objetivo da Semana do Ovo (7 a 12 de outubro de 2018) é ampliar a comunicação sobre o potencial nutritivo do ovo e destacar como este é um alimento importante para a alimentação humana. O dia do ovo foi criado pelo International Egg Commission (IEC) – órgão sediado no Reino Unido – que promove o alimento. A proposta inclui conscientizar a população sobre os benefícios do alimento.

 

Anote aí: 7 a 12 de outubro é a Semana do Ovo.

 

Sobre o IOB

O Instituto Ovos Brasil é uma entidade sem fins lucrativos criada em 2007 com objetivo de esclarecer a população sobre as propriedades nutricionais do ovo, os benefícios que este alimento proporciona à saúde, além de desfazer mitos sobre seu consumo. O IOB tem atuação em todo o território nacional e hoje é referência em informação sobre ovos no Brasil. O site da instituição (www.ovosbrasil.com.br) reúne campanhas, dados, pesquisas e artigos de credibilidade para o público em geral e profissionais das mais diversas áreas.