Imbassahy diz que governo Wagner é político e desmotivado

O deputado federal Antônio Imbassahy (PSDB) é vai disputar a reeleição no ano que vem. A confirmação foi feita nesta segunda-feira, durante entrevista à rádio Tudo FM. O tucano afirmou que vai trabalhar para unir as oposições para o próximo pleito e criticou a gestão do governador Jaques Wagner (PT). “É um governo que cuida … Leia Mais


Souto volta a se animar com vistas a 2014

Desde o desfile do 2 de Julho, correligionários notaram uma mudança no humor do ex-governador Paulo Souto (DEM). Ele já não meneia mais a cabeça quando o abordam sobre a possibilidade de vir a disputar o governo do Estado em 2014. Não deve ser por acaso que entre democratas a montagem de uma chapa para … Leia Mais


Pelegrino defende financiamento público de campanhas eleitorais

Com o debate de reforma política motivado pelos protestos em todo o país, o deputado federal Nelson Pelegrino defendeu, neste sábado (6), o financiamento público de campanhas políticas como forma de combater a corrupção e neutralizar a influência de grupos econômicos interessados que, segundo ele, distorcem o processo eleitoral.  “Essa medida que vem sendo cobrada … Leia Mais


FHC: onda de protestos não beneficiará nenhum partido

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) disse, nesta sexta-feira (5), que a onda de protestos não vai beneficiar nenhum partido em particular. “Foi bom para todo mundo, mas não para favorecer tal ou qual partido. Quem imaginar que vai tirar proveito eleitoral de manifestação espontânea, chamada pela internet, perdeu. O povo não vai mais nessa … Leia Mais


Dilma chega a Salvador para inauguração do Plano Safra

A presidente Dilma Rousseff já está em Salvador para o lançamento do Plano Safra para convivência com o Semiárido, nesta quinta-feira (4), no Centro de Convenções da Bahia. Ela foi recebida na Base Aérea pelo governador Jaques Wagner e a primeira-dama do Estado, Fátima Mendonça. Disputado entre políticos do Nordeste, o evento registra o encontro … Leia Mais


Marcell Moraes pode ser candidato a prefeito em Amargosa


thumbsO Brasil é um país que respira a política cotidianamente e todos os anos são pré-eleitorais, pois as eleições acontecem de dois em dois anos e a próxima eleição para prefeito, que só acontece daqui a três anos, já começa a ser costurada.

 

O vereador de Salvador, Marcell Moraes (PV), partido que indicou o candidato a vice da chapa do PT nas eleições do ano passado, morou em Amargosa durante muito tempo de sua vida e agora volta seus olhares políticos para onde tudo começou.

 

Em entrevista à Criativa On Line, Marcell destacou que sua vontade de ser político surgiu em Amargosa. “Eu morei em Amargosa durante minha vida toda, aqui fiz inúmeros amigos, foi onde dei meus primeiros passos como homem e foi aqui também que surgiu a vontade de ser político”.

 

“Eu venho conversando com alguns vereadores aqui em Amargosa, as conversas existem é verdade, mas prefiro avaliar tudo a cada passo, porém a possibilidade existe”, respondeu Macell, indicando o desejo de lançar também seu nome como candidato a deputado estadual. (Criativa On Line)


Pré-candidato do PSDB ao governo da Bahia participa do 2 de julho e critica Wagner


GUALBERTO & NETOO pré-candidato ao governo da Bahia, João Gualberto (PSDB) também participou dos festejos do 2 de julho. A comitiva que era composta pelo prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), por deputados federais e estaduais tinha o apoio de cerca de 600 tucanos. Segundo Gualberto, o grupo também trouxe a própria mensagem para a data. O pré-candidato usou da oportunidade também para criticar o governo Wagner (PT). “Com a administração do governador Jaques Wagner, enfrentamos os mesmos problemas e convivemos com as mesmas mazelas políticas e sociais”, afirmou.


Lídice defende ajuste da agenda política à ‘voz’ as ruas e admite que PT ‘pode ser’ maior prejudicado


LIDICE DA MATA 2A senadora Lídice da Mata (PSB) considera que o principal recado das manifestações que se espalharam pelo Brasil nas últimas semanas “é que o povo está insatisfeito com a política” e defende que “nós que estamos no governo precisamos entender isso e reajustar a agenda política do país de acordo com a voz da população”. Em entrevista, a parlamentar baiana foi cautelosa ao avaliar a análise recorrente que tem sido feita sobre o PT ser o maior prejudicado com a proliferação dos protestos e socializou as perdas. “É claro que o PT sendo o partido que está no governo federal sofre os resultados dessa insatisfação, mas o conjunto dos partidos que dão sustentação ao governo também sofrerão”. Lídice lembrou que, além de ser “o maior partido” e “o partido dos dois presidentes que governaram em nome dessa frente”, motivos pelos quais o PT “pode  ser” o maior prejudicado com as críticas apresentadas pelos cidadãos que foram às ruas nos últimos dias. A senadora, no entanto, rechaça a ideia de que o desgaste político do Partido dos Trabalhadores venha a beneficiar sua pretensão de disputar a sucessão do governador Jaques Wagner, em 2014. “Eu faço parte dessa base de apoio ao governo [estadual] e não pretendo me aproveitar desse momento para atirar pedras”, declarou, ao ressaltar que integra a frente política e “acho que o tinha antes na Bahia era muito ruim e nós realizamos uma tarefa histórica da sociedade baiana, que foi afastar o conservadorismo ditatorial da frente dos nossos governos”.
BN

 


“Quero cargo com tinta na caneta”, diz Marcelo Nilo


MARCELO NILO 2Sem modéstia, o presidente da Assembleia Legislativa (AL), deputado estadual Marcelo Nilo (PDT), reafirma que quer a cadeira de governado do estado da Bahia e não tem outro plano para o futuro político. Em entrevista ao radialista Mário Kertész o parlamentar assegurou que não concorre mais à presidência da AL nem a deputado estadual ou federal. Determinado, ele garante que além do “plano A”, o B e C é ser governador. “Eu quero um cargo com tinta na caneta. Quero continuar sendo um político na Bahia. Nas pesquisas que tenho acompanhado estou em 7º lugar na preferencia do povo, antes de mim tem Paulo Souto (DEM), Lídice da Mata (PSB), Geddel Vieira Lima (PMDB) e ACM Neto (DEM), mas este último tem caído muito”, revelou o deputado que acrescentou respeitar a decisão do Jaques Wagner (PT) sobre o nome que será definido pelo partido para concorrer nas próximas eleições a governador, mas assegura ser a melhor opção da legenda.


Wagner participa das homenagens ao 2 de Julho


2 DE JULHOO governador Jaques Wagner (PT) participará, na próxima terça-feira (2), dos atos em homenagem aos 190 anos da Independência da Bahia. A programação começa pela manhã, com o hasteamento das bandeiras e a saída do cortejo do Largo da Lapinha, em direção à Praça Thomé de Souza. À tarde, Wagner ainda acompanha a cerimônia cívico-militar em comemoração a data magna da Bahia, no Comando do 2º Distrito Naval, e segue com o cortejo até o Campo do Grande.