Marina Silva chama o PPS para discutir candidatura

Está marcada para a manhã deste sábado a reunião de Marina Silva com a direção do PPS. Será em Brasília, às 9h, em local não divulgado. Conforme noticiado aqui na noite passada, Marina tenta vincular a candidatura presidencial por outro partido aos interesses da sua Rede Sustentabilidade, que ela já trata como legenda constituída. Marina … Leia Mais


Marina Silva adia para este sábado a decisão de ser ou não candidata em 2014

Após a negativa do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de criação do partido Rede Sustentabilidade, a ex-senadora Marina Silva continua pressionada para anunciar se vai se filiar a outra legenda e se candidatar em 2014 ou se desistirá de concorrer à Presidência da República. Em coletiva de imprensa na tarde desta sexta-feira (4), ela afirmou que vive um … Leia Mais




Partidos aliados de Wagner não querem candidatura de Rui Costa, diz coluna

A disputa interna petista em torno das eleições de 2014 pode incluir outras forças políticas. Líderes de legendas da base aliada do governador Jaques Wagner formaram uma frente contra a candidatura do secretário da Casa Civil, Rui Costa, ao Palácio de Ondina, segundo a coluna Satélite, do jornal Correio. De acordo com a publicação, a insatisfação com … Leia Mais


Marcelo Guimarães Filho deixa PMDB e assume presidência do PHS


MARCELO GUIMARÃES - PHSRetirado do comando do Esporte Clube Bahia por irregularidades em sua eleição e, após intervenção judicial, ser acusado de causar um rombo de R$ 83 milhões e cometer diversas infrações no tricolor, eis que o ex-deputado federal Marcelo Guimarães Filho assume o comando de mais uma agremiação. Filiado ao PMDB até esta terça-feira (1º), ele assinou vínculo em Brasília ao Partido Humanista da Solidariedade (PHS), o qual comandará no estado. Após reunião com o presidente nacional, Eduardo Machado, e o secretário-geral da sigla, Luiz França, ficou acordado que MGF assumirá a chefia regional da legenda e tentará voltar à Câmara dos Deputados em 2014. O entendimento é o de que o perfil de Marcelinho é compatível ao ideário do PHS. Solidário, o ex-cacique tricolor é conhecido por manter no elenco um jogador que jamais atuou e bancar viagens de repórteres e torcedores com dinheiro do clube.


Eliana Calmon estuda se filiar ao DEM ou PSDB para concorrer ao Senado, diz colunista


ELIANA CALMONDepois de afirmar que pensava em se candidatar no ano que vem, com a garantia de que não existia possibilidade de concorrer para governadora do Distrito Federal ou da Bahia, a ministra do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Eliana Calmon, caminha para disputar uma cadeira no Senado.

De acordo com o colunista Lauro Jardim, da Veja, a baiana e ex-corregedora Nacional de Justiça está em negociação com dois partidos ditos de direita. Eliana Calmon mantém conversas para se filiar ao DEM ou PSDB.

Após isso a magistrada também terá de decidir se será candidata ao Legislativo pela Bahia ou Brasília. A definição deve sair ainda esta semana, já que o prazo para se filiar a um partido e se candidatar em 2014 termina no próximo sábado (5). (BN)


Temer sugere aliança com PT para Geddel ter ‘cargo melhor’, diz revista


GEDDEL & TEMMERNota publicada na coluna Holofote da revista Veja desta semana – intitulada “Servindo aos Rivais” – dá conta de uma suposta conversa entre o vice-presidente da República, Michel Temer, e o comandante do PMDB baiano Geddel Vieira Lima para tentar o alinhamento do partido para alavancar a candidatura de Dilma Rousseff (PT) à reeleição. Segundo a publicação, foi sugerida ao atual vice-presidente de Pessoa Jurídica da Caixa Econômica Federal a desistência de disputar o governo do Estado em 2014 para apoiar o PT. Em troca, ele poderia ser promovido “a um cargo melhor”. De acordo com a Veja, Geddel não só não quis conversa como também deixou claro a Temer que vai oferecer palanque para dois presidenciáveis adversários de Dilma: Eduardo Campos (PSB) e Aécio Neves (PSDB).


Ex-prefeito de São Desidério troca PMDB pelo DEM


PREFEITO SÃO DESIDÉRIOO candidato não eleito a prefeito de Barreiras no ano passado e ex-gestor de São Desidério, Zito Barbosa, deixou o PMDB e oficializa candidatura ao DEM em cerimônia neste domingo (29). O evento acontece na Câmara Municipal da cidade do extremo oeste do estado.  Barbosa já chegou a presidir o diretório municipal do PMDB. De acordo com informações do site local Mural do Oeste, são esperados para o evento de filiação lideranças democratas como os prefeitos de Salvador, ACM Neto, Feira de Santana, Zé Ronaldo, o ex-governador Paulo Souto, os deputados Herbert Barbosa e Paulo Azi, e o secretário municipal de Salvador José Carlos Aleluia. Os políticos tem até o sábado (5) para oficializar as filiações junto à Justiça Eleitoral para serem liberados a concorrer às eleições de 2014.


Se não tiver registro, Rede quer Marina fora de eleição


MARINA SILVA - A REDEIntegrantes da Executiva Nacional provisória da Rede Sustentabilidade defendem que Marina Silva desista da candidatura à presidência caso o partido não consiga o registro no Tribunal Superior Eleitoral. Migrar para uma legenda já existente, avaliam, confrontaria todos os ideais defendidos pelo grupo até agora. “O nosso sonho é ter um espaço democrático, transparente e ético. Infelizmente, eu não vejo esses ingredientes juntos em nenhuma outra legenda”, diz Jefferson Moura, vereador do Rio pelo PSOL que integra a comissão nacional da sigla. O deputado Alfredo Sirkis (PV-RJ), outro integrante do grupo, argumenta que, depois de pregar a criação de um partido com compromisso programático, Marina seria muito cobrada caso decidisse ir para outra sigla somente para disputar as eleições. “Ela passaria a campanha toda tendo que se explicar. Ficaria muito vulnerável.” Até quem já se disse favorável à ideia, mudou o discurso, diante das diversas declarações de Marina de que não trabalha com um “plano B”. “No início achava que ela deveria disputar, mesmo que fosse por outro partido. Hoje, ela vai ter que fazer o que o coração dela pedir”, diz Domingos Dutra (PT-MA), também integrante da Executiva. O TSE deve julgar o pedido de registro de criação da Rede entre quarta e quinta-feira. O prazo para criação de novos partidos a tempo de disputar a eleição de 2014 é sábado, data limite para quem deseja se candidatar se filiar a uma legenda. A expectativa em torno dessa decisão não seria tão grande se o grupo da ex-senadora tivesse conseguido cumprir todos os requisitos exigidos pela legislação. Até agora, validaram nos cartórios 470 mil assinaturas – o total exigido por lei é 492 mil.