‘Vida longa’ à aliança PT/PMDB, diz Dilma em convenção

A presidente Dilma Rousseff (PT) não poupou elogios ao vice-presidente Michel Temer durante convenção nacional do PMDB, neste sábado (2). A líder nacional desejou “vida longa” à aliança com os peemedebistas. Apesar de não ter explicitado que Temer será o vice em 2014, o discurso agradou a cúpula do partido. “É uma grande honra participar … Leia Mais


Para agradar a todos, Wagner vai sair como deputado federal em 2014

Parece que o governador da Bahia, ao contrário dos possíveis nomes que podem se candidatar à vaga dele, já se decidiu. Vai disputar o cargo de deputado federal em 2014.A informação, que já circula nos bastidores da política baiana e nacional, vem como um alívio para muitos que precisam e já pedem o apoio do … Leia Mais



O destino político de Pres. Tanc. Neves nas mãos da justiça

Hoje (26) estará acontecendo no fórum de Valença, o julgamento das representações contra o prefeito Moacy Pereira dos Santos, Moacir de Jesus Félix e coligação PELO DESEJO DO POVO, dias 26, 27 e 28 de fevereiro. Irregularidades na campanha atribuídas à compra de votos, contas reprovadas, distribuição de cerveja em comícios, abuso do poder econômico, … Leia Mais


Candidatura de Lídice da Mata ao governo será construída em 2014, diz PSB-BA

Em reunião realizada neste sábado pelo Partido Socialista da Bahia (PSB-BA), a executiva estadual começou a definir as metas para 2014. Segundo a legenda, em 2013, o esforço partidário será dirigido, prioritariamente, para o fortalecimento dos governos da presidente Dilma Rousseff, do governador Jaques Wagner, dos prefeitos do PSB, especialmente do primeiro mandato, e da … Leia Mais


ACM Neto discute projeto de requalificação da orla


ACM NETO - RUAO prefeito ACM Neto esteve no bairro da Ribeira, neste sábado (23), para discutir as estratégias do projeto de requalificação da orla de Salvador que, na primeira etapa, irá incluir as regiões de São Thomé de Paripe a Tubarão, Penha, Rio Vermelho e Jardim de Alah até a Boca do Rio. Debaixo de uma árvore, o gestor debateu as ações com quase todos os secretários municipais e representantes da Fundação Mario Leal Ferreira, que será responsável pelo projeto. “Estamos mapeando os tipos de intervenções na orla com o objetivo de devolver à população e aos turistas a possibilidade de utilização desses espaços para ampliar o lazer e convivência da comunidade”, disse Neto. Na ocasião, também foram discutidas medidas relacionadas à requalificação do Mercado de Itapuã.

Partido dos Trabalhadores (PT) anuncia oficialmente 4 candidatos à sucessão do governador Jaques Wagner


14471O Partido dos Trabalhadores, que comemorou 33 anos de fundação esta semana e ratificou que deve ser a “força motriz” de uma aliança política que deve permanecer em 2014, terá um desafio que as principais lideranças querem superar nos próximos meses: escolher o nome petista que será trabalhado para suceder o governador Jaques Wagner (PT).

Uma resolução do partido confirmou que existem quatro pré-candidatos: os secretários estaduais do Planejamento, José Sérgio Gabrielli e da Casa Civil, Rui Costa, o senador Walter Pinheiro e agora o ex-prefeito de Camaçari e ex-presidente da União dos Municípios da Bahia (UPB), Luiz Caetano, que fez questão de demarcar seu espaço ao dizer esta semana que vai brigar para convencer os correligionários.

O documento aponta 2013 como um ano estratégico para o fortalecimento da legenda no âmbito nacional e estadual e traz os encaminhamentos para a condução dos processos políticos com vistas ao pleito do próximo ano.

O ex-presidente da UPB, último a entrar oficialmente na lista da Executiva estadual, comemorou essa confirmação. Após ter seu nome no rol dos possíveis postulantes, Caetano contou que foi acertada uma agenda regional de eventos em que ele pretende participar. “Nós festejamos essa resolução, e ontem (quinta-feira à noite) mesmo eu fiz reuniões com diversas representantes do PT da Região Metropolitana”, disse ontem.

Demonstrando que deve seguir no ritmo de conversas, Caetano contou que já marcou um encontro com o presidente estadual do partido, Jonas Paulo, e que na próxima semana vai iniciar uma agenda de viagens ao interior. “Vou me encontrar com dirigentes petistas no Estado, assim como estou me encontrando com o prefeito Alan, do município de Brejões”, afirmou,enfatizando que já recebeu o apoio do candidato a prefeito de Muquém do São Francisco, Evandro Guimarães (PT). Ele deve participar do comício do postulante na próxima semana. A eleição na cidade será no dia 7.

Em estratégia contrária, Gabrielli não evidencia o projeto de candidatura. Em conversa recente com a reportagem da Tribuna, ele tangenciou ao falar apenas que o “PT tem direito e legitimidade de apresentar o candidato”, e frisou que ainda era cedo para discutir quem será o candidato. Nessa sexta-feira (22), em entrevista ao Site Bocão News, o secretário repetiu que “o debate de quem vai ser o candidato é precipitado”.

O secretário Rui Costa, que, conforme bastidores, seria o preferido do governador Jaques Wagner, segue a mesma estratégia de falar sobre o assunto. Procurado, através de sua assessoria, ele disse que 2013 seria um ano de “muito trabalho”.

Em conversa recente com a reportagem da Tribuna, ele disse que já havia expressado mais de uma vez que esse não seria o momento de debater eleições de 2014. ‘Entendo que 2013 é a hora de afirmar e materializar esse projeto político, que vem dando certo”, completou.

Diante de quatro perfis com táticas diferentes sobre o projeto de 2014, o dirigente petista Jonas Paulo disse que o método de decisão será o de ouvir cada um e o de dialogar com as forças aliadas. “Nós vamos dialogar com cada um deles, com a direção nacional do PT, com o governador, com o ex-presidente Lula, com a presidente Dilma Rousseff, e buscarmos uma solução consensual”, afirmou.

Embora os pré-candidatos já estejam em clima de briga por espaços, com tentativas de aproximação do eleitorado, Jonas disse que não existe perspectiva de disputa interna. “É um processo de construção da candidatura no mais amplo acordo possível, sob a liderança do governador”, frisou. (Tribuna da Bahia)


Idealizadores da Ficha Limpa articulam proposta de reforma política


reforma-politicaUm grupo formado pelos idealizadores da Lei da Ficha Limpa promove semanalmente, em Brasília, encontros para debater uma proposta de reforma política. A ideia é sugerir ao Congresso um projeto de lei de iniciativa popular, com base no combate à corrupção, até abril. O texto final com sugestões será produzido após debate com a sociedade e coleta de assinaturas, como o processo de aprovação da Lei da Ficha Limpa. O movimento defende que seja proibido o financiamento privado nas campanhas dos candidatos. Participam do grupo representantes da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e Avaaz. Cerca de 1,5 milhão de adesões à proposta de iniciativa popular são necessárias para que o projeto de lei seja protocolado no Congresso. A petição será on-line, mas o site para coleta de apoiadores ainda não foi definido. Informações da Folha.


Lula só enxerga o PSDB como adversário


LULA - MICROFONEA festa dos 10 anos no poder realizada pelo PT em São Paulo ofereceu uma novidade, talvez uma precipitação: o lançamento de Dilma Rousseff à reeleição em 2014, mas o fez deixando embutida uma situação que poderá (ou não)| acontecer. Ele visou exclusivamente o PSDB, em especial aos dois mandatos de Fernando Henrique Cardoso. Desceu a ripa nos tucanos, donde se conclui que ele acredita que estará no PSDB o adversário do seu partido. Nesse caso, será o mineiro Aécio Neves que, por coincidência, descia também a ripa no PT em discurso da tribuna do Senado. Aécio, ainda mais, não é dado a discurso. Isso leva à conclusão óbvia: vê os tucanos, mas não o PSB de Eduardo Campos, que, aliás, não foi à festa petista. Talvez esteja errado mas, de qualquer sorte, o PSB é aliado e o PSDB é adversário. Enfim, enfim, Lula abriu a porteira e escancarou a sucessão de 2014. Tudo premeditado.


Ipirá: prefeita Ana Verena renuncia ao cargo


IMAGEM_NOTICIA_5 (3)A prefeita eleita da cidade de Ipirá, no sul da Bahia, revelou em conversa exclusiva com o Bocão News que vai renunciar o cargo. “Eu vou renunciar, sim. Vou me afastar definitivamente da política. Por problemas de saúde, eu tive recomendação médica. Não estou doente mas é uma precaução. Tinha tantos planos mas Ademildo Almeida, que era meu vice e se preocupa com as com as causas sociais, vai cumprir nosso plano de governo”, disse Ana Verena (PSD).Ainda em conversa com a reportagem, Ana Verena colocou que “a oposição tentou separar a gente, mas estamos recebendo apoio até de pessoas que não votaram em nossa chapa. Ademildo já deixou claro também que vai contar com o apoio dos exs-prefeitos da cidade, Diomário Sá e Antonio Colonezzi, além do deputado Jurandy Oliveira”. Ana Verena contou que a renúncia será feita oficialmente, mas a data ela ainda não sabe informar.Em janeiro deste ano, Ana Verena comunicou à Câmara Municipal de Ipirá por meio de um ofício, que estava se afastando das atividades do executivo. O motivo estava relacionado a problemas de saúde, como estresse e pressão alta. Com a ausência dela, o petista Ademildo Almeida se tornou o prefeito em exercício. A licença de Ana Verena, sem remuneração, foi votada pela Câmara de Vereadores de Ipirá com 12 votos a favor (dois faltaram).Ana Verena que é médica e não tem histórico na vida pública aceitou ser candidata a menos de 30 dias das eleições em substituição a Antônio Colonezzi (PP), que estava impedido pela Justiça Eleitoral de concorrer em eleições até 2014, porque está inelegível até o dia 3 de março de 2014.