Carlinhos de Mutuípe ocupa cargo de Assessor Especial na UPB

O ano de 2013 começou bem para os representantes políticos do Vale do Jiquiriçá que tem dois representantes na UPB – União dos Municípios da Bahia, instituição que elegeu na semana passada elegeu Maria Quitéria como presidente.   Os prefeitos de Lafaiete Coutinho Zenildo Brandão do PP e Carlinhos do PT de Mutuípe integraram a … Leia Mais




Lídice da Mata revela vontade de ser governadora da Bahia

A senadora Lídice da Mata (PSB) revelou o seu desejo de ser governadora da Bahia em entrevista para um jornal local na quinta-feira (24). Com o fato, agora são seis as peças do tabuleiro da governista para 2014: Lídice, o ex-prefeito de Camaçari Luiz Carlos Caetano (PT), o presidente da assembleia legislativa Marcelo Nilo (PDT) … Leia Mais


Geddel estreia como comentarista e manda chumbo grosso contra governo Wagner


GEDDEL - COMENTARISTAO vice-presidente de Pessoa Jurídica da Caixa, Geddel Vieira Lima (PMDB), estreou nesta quinta-feira como comentarista da Rádio Metrópole e já bateu forte no governo Wagner. “Não é à toa que muitas empresas preferem investir em Pernambuco em detrimento da Bahia”, disse, culpando o que chamou de “resultados frágeis de um governo lento e ineficaz, que caracteriza o PT baiano: muita conversa e pouca ação”. Geddel prometeu fazer os seus comentários baseados em assuntos que surgirem no twitter. O governo que se prepare, porque daí vem chumbo grosso.


Maria Quitéria é eleita nova presidente da UPB


IMAGEM_NOTICIA_5A prefeita de Cardeal da Silva, Maria Quitéria (PSB), foi eleita nesta quarta-feira (23) presidente da União dos Municípios da Bahia (UPB). No bate-chapa, que teve a participação do prefeito de Andaraí, Wilson Cardoso, a gestora, primeira mulher a comandar a entidade, obteve 207 votos dos 352 prefeitos do interior do estado que compareceram à sede da UPB, no Centro Administrativo da Bahia (CAB), durante todo o dia. Cardoso cravou, no total, 141 indicações dos alcaides baianos. Quatro sufrágios foram anulados. Maria Quitéria comandará a UPB até o final de 2014. A mesa diretora, que integrou a chapa “Unidos pelo Municipalismo”, encabeçada pela prefeita de Cardeal da Silva, contará ainda com os nomes dos gestores de Ruy Barbosa, José Bonifácio Dourado (PT); de Luís Eduardo Magalhães, Humberto Santa Cruz (PP); de Alagoinhas, Paulo César Simões (PDT); de Lafayete Coutinho, Zenildo Brandão (PP); de Teixeira de Freitas, João Bosco Bittencourt (PT); e de Juazeiro, Isaac Carvalho (PCdoB).(BN)


UPB: Quitéria lança chapa com “tropa de choque” do governo


QUITÉRIAApesar de insistentes declarações de que tratava-se de uma chapa de prefeitos para prefeitos, o lançamento da candidatura de Maria Quitéria (PSB) à presidência da União dos Municípios da Bahia (UPB) foi uma demonstração de que o governo deseja intensamente continuar no controle da entidade. Além dos integrantes da chapa, um batalhão de representantes de partidos, deputados e autoridades estavam na sede da UPB para demonstrar a importância do ato.
Entre os presentes estavam os presidentes do PT e PDT no estado, Jonas Paulo e Marcelo Nilo, os deputados federais Daniel Almeida (PCdoB), Nelson Pelegrino (PT), Amaury Teixeira (PT), o deputado estadual Cacá Leão (PP) e prefeitos de Candeias e São Francisco do Conde, Sargento Francisco (PMDB) e Rilza Valentim (PT). Todos davam a chancela de suposta unidade e continuidade à chapa, que prega confiança na eleição e já tem planos de trabalho imediato.
Quitéria foi enfática, juntamente com os outros nomes da chapa, em esclarecer que em nenhum momento houve imposição de nomes por parte do governador ou do PT, em especial. Segundo a prefeita, a única diretriz que os próprios gestores haviam acordado entre si e com a bênção dos partidos era de que deveria haver um consenso para que não houvesse desgaste na campanha e os municípios de uma maneira geral pudessem ser beneficiados no processo.
De acordo com Nilo, ainda que a UPB seja uma entidade dos prefeitos e somente deles, todos os gestores são influenciados por partidos e não há como afastar este processo da composição da chapa. Mesmo assim, o próprio PDT liberou os filiados para apoiarem quem acharem devido, assim como também ocorreu com o PSD de Otto Alencar e com outras legendas.
Já o vice-presidente José Bonifácio Dourado, prefeito de Ruy Barbosa, indicou que a chapa representa todos os partidos, incluindo os de oposição, que filiam os gestores baianos. A chapa é montada entre os partidos PT, PDT, PP, PCdoB, PSL, PRP, PSC PTdoB, PRTB e PR, sendo este último de oposição no âmbito estadual, mas integrante do grupo. Entretanto, entre os que apoiam a chapa estão também prefeitos de DEM e PMDB, para citar alguns.
O presidente do PT estadual, Jonas Paulo, disse na coletiva de apresentação da chapa que o conselho do partido baixou a diretriz do entendimento em torno da unidade e que o PT teve a “glória” de não impor nomes e ser capaz de abrir mão de seus pré-candidatos em prol do nome de Quitéria, que surgiu como consenso devido à posição de atual vice-presidente da UPB. “Queremos esta chapa única porque queremos a continuidade. A gestão de Caetano resgatou a UPB, deu autonomia à UPB, criou uma agenda de interesses dos municípios e de defesa das prefeituras”.
A chapa promoverá um jantar nesta terça-feira (22) para celebrar a adesão dos partidos e prefeitos no Fiesta Bahia Hotel. A eleição acontecerá durante toda a quarta. Quitéria concorre com Wilson Cardoso (PSB), prefeito de Andaraí, que também entregou documentos para a homologação da chapa na tarde desta segunda.


Pedro Tavares incentiva filiação de jovens no PMDB


PedroO deputado estadual Pedro Tavares (PMDB) está incentivando a filiação de jovens no PMDB da Bahia. Para o parlamentar a participação da juventude na política é fundamental para a consolidação da democracia e para a renovação das ideias. “É importante incentivar os jovens a participar ativamente da política. Todos podem contribuir para sua cidade, seu estado e seu país”, disse o deputado. Pedro Tavares deve percorrer alguns municípios baianos para promover encontros com a juventude e discutir os problemas da região.(Blog Marcos frahm)


Candidato evangélico quer derrotar gays no voto


RONALDO FONSECAEvangélico, pastor da Igreja Assembleia de Deus, advogado e, de acordo com suas próprias palavras, “amante do debate”. Para chegar à presidência da Câmara, cargo que cobiça mesmo sem o apoio de seu partido, o deputado Ronaldo Fonseca (PR-DF) terá de superar desafios inéditos: ser o primeiro estreante e o primeiro líder evangélico a conquistar o comando da Casa. O deputado de 52 anos exerce seu primeiro cargo eletivo e promete combater os “vícios” do Legislativo, como o corporativismo, a submissão ao Executivo e a falta de discussão. “Não serei um presidente engavetador”, promete. Em entrevista ao Congresso em Foco, o candidato diz que a frente parlamentar evangélica não pode mais “andar a reboque” e ser surpreendida com a votação de propostas que contrariam suas crenças, como as que dizem respeito aos homossexuais. Segundo o deputado, a Casa tem de aprofundar o debate e levar projetos como o da união civil entre pessoas do mesmo sexo a voto. Para ele, os militantes do movimento gay temem que essas propostas sejam votadas por anteverem o seu provável desfecho.