Pelegrino nega convite de Rui e confirma pré-candidatura para 2020


O deputado federal eleito Nelson Pelegrino (PT) negou que irá compor o novo secretariado do governador Rui Costa (PT). O parlamentar, no entanto, afirma que o chefe do executivo estadual deve chamar outro deputado petista para integrar a nova equipe. O mais cotado é Josias Gomes, que pode ir para a secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR).
“Acredito que o governador deve chamar um deputado do PT. A tendência maior que é que o governador chame o deputado Josias Gomes. Já disse que estou à disposição de manter o meu mandato e lutar contra o governo Bolsonaro na Câmara. Mas, volto a repetir que convite do governador não se recusa”, sinalizou, em entrevista ao programa “Se Liga Bocão”, da rádio Itapoan FM, nesta segunda-feira (28). “Vou ficar em Brasília cumprindo meu mandato parlamentar”.
Pelegrino avalia que o anúncio dos nomes, marcado para esta terça-feira (29), já é um sinal de que ele próprio não irá assumir nenhuma pasta. “Não conversamos. Não houve nenhum convite. Se ele vai anunciar amanhã, estou entendo que vou tomar posse no dia 1 e continuar em Brasília”.
Eleições 2020
Questionado sobre o próximo pleito municipal, Pelegrino defende que o PT tenha um nome próprio. Na última eleição, a agremiação abriu mão de lançar chapa para apoiar a ex-candidata Alice Portugal (PCdoB), que acabou sendo derrotada.
 “Em 2016, diria que foi o pior ano para o PT. Foi o ano em que estávamos no afastamento da presidente Dilma, início de governo Temer, auge da Lava Jato, fim do financiamento de campanha… Naquele momento, achávamos que o sentimento do PT era de apoiar um aliado. Agora, tenho conversado com aliados, é que o PT vai ter candidato em 2020. Acho que o PT tem legitimidade, tem voto para isso, tem densidade, presença na cidade e condições de liderar uma frente. Acho que as votações de Rui Costa e Fernando Haddad apontaram uma retomada da força do PT na cidade”, avaliou.
O parlamentar reafirmou ainda que coloca o seu próprio nome à disposição para ser pré-candidato, mas que “topa discutir se aparecer outro nome melhor para o partido”. “Estou disposto a ajudar o partido. Esse ano tenho duas tarefas em Salvador: montar uma chapa de vereadores, já que queremos eleger seis ou sete vereadores, e montar um projeto para cidade”.
Bnews

Cravolândia – Mesa diretora para o biênio 2019/2020 é empossada


Foi empossada na noite de desta Quarta – feira (02,) a nova mesa diretora, biênio 2019/2020 da câmara Municipal de Cravolândia.
Presidente Samuel Passos Brandão, Vice Presidente Claudio Caroso Alves, Primeiro Secretario Givanildo Barreto de Oliveira e Segundo Secretario Genivaldo Barreto de Oliveira.
Ambos fizeram coro em seus pronunciamentos quanto ao seus posicionamentos políticos e anunciaram a partir daquele momento a formação de um grupo de oposição a atual prefeita Ivete. Declararam ainda que eles a apoiaram e ajudaram a elege-la, porém a mesma não vem honrando o compromisso assumido com o povo, e por isso terão dentre os quatro um candidato a prefeito e a vice respectivamente para  disputar as próximas eleições municipais de 2020.
Pelo Primeiro Secretario Givanildo Barreto: ” Nao podemos continuar trazendo o passado para o nosso presente, condenando o nosso futuro. O novo é necessário, o novo é urgente e não podemos mais adiar esse diálogo”.

“Somente quem ficou com ele em 2018, quer Carlinhos candidato em 2020”, diz vereador


Um vereador que faz oposição a atual administração de Mutuípe, conversou na noite de véspera de Natal, (24), com um repórter do Mídia Bahia e comentou sobre a sucessão 2020, segundo ele, que pediu para não ser identificado, uma parcela do grupo de oposição defende a manutenção do nome de Carlinhos como adversário de Digão nas próximas eleições.

Segundo a fonte, essa parcela é justamente os que seguiram com ele nas eleições 2018 apoiando Nelson Pelegrino (PT) e Maria Del Carmem, do mesmo partido.

O pleito presidencial marcou a divisão do grupo petista na cidade, se fragmentando entre diversos deputados, ainda de acordo com as afirmações uma ex-secretária diz que o tempo de Carlinhos passou, essa mesma afirmação teria sido feita por outro militante meses atrás durante uma plenário num sindicato.

Ainda nesta semana que antecedeu o Natal, um apoiador do ex-prefeito disse a nossa reportagem que se Carlinhos conseguir se articular e torna-se o candidato perderá feio mais uma vez para o atual prefeito.

Carlinhos diz nos corredores da Assembleia Legislativa do estado da Bahia e do CAB – Centro Administrativo que voltará a governar Mutuípe.

Recentemente em reuniões ele definiu que o candidato do grupo será decidido através de pesquisa de opinião popular, o que por certo lhe favorecerá pelo grande conhecimento popular, eliminando numa só tacada diversos nomes.

O ex-gestor parece estar experimentando a rebeldia de diversos integrantes de seu grupo político, que ao deixar o poder no fim de 2016 e a derrota sofrida na urnas, passaram a contestar o ex-mandatário, a duvida é se esses contrários ao nome de Carlinhos de fato tem coragem de enfrentá-lo, ou quando ele vencer a pesquisa, baterão palma e entrarão em campo para tentar ganhar a eleição.


Crise faz ‘Natal de Conquistas’ e ornamentação natalina desaparecer em Mutuípe


O Natal de Conquistas, realizado no primeiro ano de gestão do prefeito Rodrigo Maicon de Santana Andrade – Digão do MDB, desapareceu.

 

2018 ao que tudo indica não foi um dos melhores para a gestão da prefeitura de Mutuípe, 2017, o primeiro ano do grupo a frente da prefeitura, foi marcado por maiores conquistas, realizou-se São João, Cavalgada em 7 de setembro, Emancipação Política em 12 de Outubro e Natal de Conquista em dezembro, de festas tradicionais somente não foi resgatado o ‘Baba do Vinho’ na Semana Santa.

 

Neste ano, a prefeitura sentiu os efeitos da crise financeira que assola os municípios brasileiros e perdeu o controle, no pagamento de fornecedores e prestadores de serviços. O Natal de Conquistas simplesmente desapareceu e até a ornamentação da cidade não aconteceu, ficando as luzes natalinas restritas somente a frente da prefeitura.

 

O São João 2018 pareceu ser menor que o passado, já festa de emancipação política, cresceu, sendo possível realização de dois dias de micareta. A fanfarra chegou a ser lançada, mas logo em seguida foi colocada na geladeira devido à falta de dinheiro para dar seguimento ao projeto, o que mostra a falta de planejamentos da gestão, o governo de Digão termina o ano muito parecido com os últimos do ex-gestor.

 

O campeonato de bairros, principal diversão dos mutuipenses no estádio municipal Pedro Alves da Silva, resgatado em 2017, também desapareceu neste ano, sendo substituído pela rápida e ofuscada Copa Natalina.

 

 


G7 denuncia Prefeitura de Mutuípe no Ministério Público contra supostos atos de improbidade administrativa


O G7, grupo composto pelos vereadores Ademário – ( PPS ), Lek – ( PRB ), Margarida – ( PROS ), Dalva do Hospital – ( PSD ), Gil –( PT ) , Júnior Cardoso –( DEM ) e Indio Josafá – (PDT). Grupo que visa os mesmos propósitos de transformações no Legislativo Municipal, apresentou na manhã desta quinta-feira, (06/12) denúncia junto ao Ministério Público contra supostos atos de Improbidade Administrativa, abuso de poder, burla aos procedimentos licitatórios, burla ao concurso público e nepotismo na Prefeitura de Mutuípe.

Em contato com o Vereador Indio Josafá, o mesmo afirmou que tal denúncia tem por objetivo apurar as supostas praticas de manipulação de procedimento licitatório com o objetivo de favorecer uma empresa em detrimento das demais, contratação de servidores sem concurso público, inclusive parentes do Gestor e de Secretários, favorecimento de grupo politico em eleições municipais e estaduais. Improbidade Administrativa e outras praticas que vão de encontro a constituição Federal.

Também em contato com nossa redação o Vereador Gil do PT, afirmou que a mesma denúncia será encaminhada ao Ministério Publico do Estado, Ministério Público Federal, Tribunal de Contas dos Municípios, Controladoria Geral da União e Policia Federal.

A Vereadora Margarida e os Vereadores Indio Josafá e Gil do PT estiveram pessoalmente protocolando a denúncia que segue com a assinatura dos 7 Vereadores.

Valemaisnoticias