Feira de Santana: comerciante mata cliente por dívida de R$ 500

O comerciante Jorge Carlos da Costa Nunes, de 43 anos, foi preso na quinta-feira (19), acusado de ter cometido um assassinato – no dia 22 de julho de 2012 – em Feira de Santana. Segundo investigações da polícia, a vítima, Zairo Albuquerque Filho, executada em função de uma dívida de R$ 500. O comerciante foi … Leia Mais


“Se Dilma me demitir, eu vou sair atirando”, desabafa ministro do Trabalho

O ainda ministro do Trabalho, Manoel Dias, na corda bamba por causa das denúncias de irregularidades na pasta, ameaça sair atirando se for demitido pela presidente Dilma Rousseff. Em entrevista ao jornal O Globo na terça-feira, antes de uma conversa prevista com a presidente, mas que não aconteceu, disse que vai fazer uma devassa nos convênios do … Leia Mais


Mutuípe: Mais uma arma retirada das ruas

Durante intensificação nas abordagens no Alto da Cajazeira e Rua Nova por Policiais Militares da 4ª Cia-Mutuípe, que tem o Comando do Capitão PM RODRIGO CHAVES, a Guarnição “Bravo”composta pelos SD PM CORTES e SD PM GENILTON BARRETO, na noite desta segunda-feira 16, prendeu o elemento Edimilson Santos de Jesus (20). Edimilson, ao ser abordado … Leia Mais



Quadrilha que era liderada por presidiário é desarticulada

Uma operação da Coordenação de Operações Especiais (COE) da Polícia Civil desarticulou, na terça-feira (10), uma quadrilha de traficantes responsável pelo sequestro de um casal e de um técnico em eletrônica, ocorridos em julho deste ano. O grupo foi flagrado e preso num barraco da localidade de Parafuso, em Camaçari, quando se preparava para executar … Leia Mais


Polícia Federal realiza Operação Temis no Oeste Baiano


POLICIA FEDERAL - 2A Polícia Federal deflagrou na manhã de hoje (11), a Operação Temis, com apoio da Assessoria de Pesquisas Estratégicas e Gerenciamento de Risco do Ministério da Previdência Social e da Gerência Executiva do INSS em Barreiras, que tem por objetivo desarticular grupo criminoso que agia na região Oeste do Estado da Bahia praticando fraudes na obtenção de benefícios previdenciários. 

Conforme apurou-se no curso das investigações iniciadas no corrente ano, a organização criminosa, composta por advogados, serventuária do Cartório de Registro Civil de Canápolis, servidor púbico federal do INSS e agenciadores, todos atuando nos municípios de Barreiras, Canápolis e Santana, agia, inicialmente, identificando os segurados rurais que haviam falecido já há algum tempo e cuja família não havia requerido a concessão de pensão por morte. De posse dessa relação, arregimentavam pessoas que se faziam passar por cônjuges desses segurados já falecidos.
 
Posteriormente, com a colaboração de serventuários do Cartório de Registro Civil com Funções Notariais de Canápolis, obtinham Certidões de Casamento ideologicamente falsas, que eram utilizadas nos requerimentos de concessão de benefícios previdenciários, sempre da lavra de escritório de advocacia ligado ao grupo, e cujos procedimentos tramitavam nas Agências de Previdência Social de Santana/BA e de Barreiras/BA.

 Até o presente momento já foram identificados e suspensos 38 (trinta e oito) benefícios de pensão por morte concedidos de forma fraudulenta, que ensejaram, somente com relação ao pagamento de retroativos, ganhos de R$ 30.000,00 a R$ 40.000,00 por benefícios para a quadrilha, totalizando o prejuízo de R$ 1.277.854,00 aos cofres públicos federais, no período compreendido entre 2010 e 2013. Foram cumpridos por ocasião da deflagração da operação sete mandados de busca e apreensão e um de prisão preventiva expedidos pelo Juízo Federal da Subseção Judiciária em Barreiras. O advogado preso, após interrogado, será encaminhado para sala de Estado-Maior da Polícia Militar por contar com prerrogativa da Lei n.º 8.906/94 (Estatuto da OAB), onde ficará à disposição da Justiça Federal. Os envolvidos serão indiciados nas penas do art. 171, §3º (estelionato previdenciário) e art. 288 (formação de quadrilha), ambos do Código Penal Brasileiro. (Ascom Polícia Federal)


Policia prende quadrilha suspeita de nove homicídios


17Treze pessoas foram presas, quatro delas já estão em presídios baianos,  suspeitas de participar de nove homicídios ocorridos nos últimos dois anos, além de roubos e tráfico de drogas, em Salvador. Foram apreendidos dois quilos de drogas (entre cocaína, crack e maconha), um revólver, um carregador de submetralhadora 9mm municiado e seis balanças.

 

A quadrilha foi desarticulada  pela Operação Rio da Prata dos Departamentos de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e de Narcóticos (Denarc), para cumprimento de 17 mandados de prisão e 20 de busca e apreensão. Apontado como o líder da quadrilha, Durval Vilas Boas Barbosa, o “Miranda”, está no Conjunto Prisional de Feira de Santana, desde julho de 2012, ocasião em que figurava como o 10 de Copas, no Baralho do Crime. Ivan Carlos Silva Lacerda se encontra no Conjunto Penal de Vitória da Conquista, Émerson dos Santos Cruz, o “Bido”, e Raimundo de Oliveira Moreira, o “Duda”, no Complexo Penitenciário da Mata Escura, na capital.

 

Duda é um dos mandantes do duplo homicídio contra dois traficantes do Amazonas, ocorrido na Praça da Piedade, no dia 8 de maio deste ano, e que teve como mandante o traficante “Val Bandeira”, que cumpre pena na Unidade Especial Disciplinar (UED), na Mata Escura.Débora Vilas Boas Barbosa, a “Fofa”, de 30 anos, irmã de Miranda, tentou fugir do cerco policial, mas foi capturada no bairro do Lobato. De acordo com o diretor adjunto do DHPP, delegado José Bezerra, que apresentou o resultado da operação, na manhã desta segunda-feira, 9, Miranda passou, após sua prisão, a liderar o bando por intermédio da irmã, considerada o seu braço direito.

 

Os policiais prenderam também a traficante Daiane França dos Santos, 29, e sua mãe, Ana Cristina de Sena França, 50, flagradas, na Liberdade, com oito trouxinhas de cocaína, 252 porções de maconha e cinco munições calibre 380. Também na Liberdade, Willer Reis dos Santos, o “Tchola”, foi preso com 76 pinos de cocaína e um saco contendo a mesma droga, além de 60 pedras de crack. Todos foram encaminhados para o sistema prisional

A policia apreendeu na casa de Adriano Martins Vidal, o “Jack”, que fugiu ao perceber a chegada dos policiais, uma arma calibre 32, um carregador de submetralhadora 9mm, 286 pedras de crack, 28 trouxas de maconha e 23 porções de cocaína. Além de Jack, outros quatro criminosos já estão com prisões preventivas decretadas e continuam sendo procurados.

Mais quatro pessoas foram presas por força dos mandados: Rodrigo dos Santos Cruz, o “Chuck”, 22, Flávia Rose Pina Barbosa dos Santos, 30, e Alan Oliveira Sandes, o “Jerry”, de 25, todos na Liberdade, além de Helenílson Barbosa Machado, o “Bago”, no Jardim Cajazeiras. (ATarde)

 


Cães farejadores ajudam CAEMA na apreensão de Armas e Drogas


cadelad1O quartel da CAEMA – Companhia de Ações Especiais da Mata Atlântica, em Posto da Mata, distrito do município de Nova Viçosa, acaba de ganhar um canil “bom pra cachorro”. Trata-se de um reforço extraordinário que os policiais militares da CAEMA estão ganhando com a chegada dos incansáveis cachorros que vêm se destacando no vasculhamento das comunidades farejando armas, drogas e explosivos, busca e captura de pessoas e para alcançar o bom desempenho, os cães treinam diariamente.
O comandante da CAEMA, major Anacleto França, apresentou à equipe do Teixeira News, a figura da “Daick”, uma cadela da raça pastor belga malinois, de 4 anos de idade, a primeira que chegou ao quartel, com uma capacidade superior de farejar 400 vezes a mais do que o homem e é capaz de encontrar um objeto ilícito em menos de 2 minutos em um espaço comparado a uma residência mobiliada, o que uma equipe de policiais poderia levar até 2 horas para fazer o mesmo serviço.
A cadela policial “Deick” é especializada em intervenção tática para encontrar armas, drogas e explosivos por meio do faro. Para tanto, “Deick” que é uma cadela capixaba, se adaptou bem em terras baianas e está recebendo tratamento de princesa na CAEMA, com espaço de tratamento só pra ela, área de treinamento, atendimento veterinário e um cardápio nutritivo, além do carinho especial dos seus treinadores, o 1º tenente Júlio e o soldado Douglas.
Segundo o comandante, major Anacleto França, o plano é aumentar o número de cães policiais neste primeiro momento para até 10. “É um trabalho árduo, em que se busca tirar proveito das duas principais características dos cães que desempenham essa função: faro apurado e personalidade curiosa. Antes de meter as fuças em malas, carros ou pessoas, em geral nos locais de grande fluxo de gente ou mercadorias, como aeroportos, terminais rodoviários ou imóveis com aglomerados de pessoas -, eles passam por meses de ralação, quando aprendem a identificar os diversos tipos de drogas e a se comportar em público”, disse o major França.Texeiranews

Mais de 40 manifestantes foram detidos durante Operação Sete de Setembro em Salvador


86402Além de pontos de ônibus destruídos, placas de sinalização quebradas e estabelecimentos comerciais depredados, o saldo soteropolitano da Operação Sete de Setembro, movimento nacional realizado neste sábado (7), inclui ainda 41 detidos – entre eles, cinco menores – e pelo menos duas pessoas feridas.

De acordo com a Polícia Militar, os presos foram levados para a 1ª Delegacia, nos Barris, e, com alguns deles, foram encontradas correntes, pedras e máscaras. Muitos integrantes do protesto se aglomeraram em frente à unidade para pedir a liberação dos companheiros.

Segundo o tenente-coronel da PM, Humberto Sturano, o grupo tentou invadir a delegacia enquanto gritava: “Ei, carcereiro, liberta nossos presos”. Em entrevista ao Correio, o advogado Domingos Arjones, presidente da subcomissão da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) criada para defender os manifestantes, todos os detidos sem flagrante devem ser ouvidos neste domingo (8). (BN)


Policiais federais da Bahia e mais seis estados farão protestos no 7 de Setembro


xIMAGEM_NOTICIA_5.jpg.pagespeed.ic.sQB-THkvcvPoliciais federais do Acre, de Alagoas, da Bahia, do Mato Grosso, de Rondônia e do Distrito Federal promoverão protestos neste sábado (7), durante o feriado da Independência. Na capital federal, a manifestação deve ocorrer em frente ao Ministério do Planejamento. A categoria reivindica melhores condições de trabalho e reestruturação da carreira. Os agentes protestaram nesta sexta-feira (6) em sete estados – Amapá, Bahia, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Piauí, Pernambuco e Sergipe. Os policiais, escrivães e papiloscopistas cobram enquadramento com a carreira de nível superior. “Queremos as atribuições de agentes, escrivães e papiloscopistas reconhecidas em lei, pois como isso não ocorre, eles são regidos apenas por normas internas da Polícia Federal e não se sabe efetivamente qual o papel de cada um”, disse o vice-presidente da Federação Nacional da categoria (Fenapef), Luis Antônio Boudens. Segundo a Agência Brasil, o governo propôs reajuste salarial de 15,8% dividido em três anos, mas a classe rejeitou a proposta. “Desde 2002, estamos sofrendo perdas salariais e, por isso não aceitamos essa proposta”, acrescentou.