Santa Inês: Polícia apresenta armas apreendidas

A Polícia Civil de Santa Inês apresentou, na Delegacia Territorial local, nesta quarta-feira (04), as armas de fogo, munições e aparelhos celulares apreendidos na operação que resultou em três mortes na noite de ontem, durante confronto com três indivíduos que fugiram de uma abordagem na BR-420. Na Delegacia, o titular Chardison Castro apresentou à imprensa … Leia Mais



Bandidos Passam O Fim De Semana Assaltando Bancos Na Bahia

Vários caixas eletrônicos foram explodidos neste final semana, tanto no interior do Estado quanto em Salvador. Na cidade de Ibipitanga, à 580 km da capital, por volta das 2 horas da madrugada de sábado (30), dez homens fortemente armados dispararam diversos tiros para cima, com o intuito de afugentar os moradores. Após isso, eles explodiram … Leia Mais


Ibipitanga: Quadrilha armada cerca cidade e explode caixas eletrônicos

Quinze homens fortemente armados cercaram na madrugada deste sábado (30) o município de Ibipitanga, no sudoeste baiano, e explodiram caixas eletrônicos do Banco do Brasil e do Bradesco. Segundo a Polícia Militar, os assaltantes efetuaram diversos disparos na tentativa de intimidar a polícia e a população. De acordo como major Irlando Oliveira, da 4ª Companhia … Leia Mais



Polícia Federal prende coronel da PM em Feira de Santana


xIMAGEM_NOTICIA_5.jpg.pagespeed.ic.u8j6Bdp6GDA operação da Polícia Federal (PF) deflagrada nesta quinta-feira (28) de combate a golpes no programa federal de desarmamento em Feira de Santana, centro norte do estado, prendeu três pessoas, entre elas, o coronel da Polícia Militar Martinho, e os irmãos Clóvis Nunes e Carlos Nunes. Martinho foi comandante do 1º Batalhão da Polícia Militar do município.
Batizada de “Vulcano”, a ação cumpre 12 mandados: quatro de prisão temporária e oito de busca e apreensão e condução coercitiva (para cumprimento de pena). Carlos Nunes foi preso em Fortaleza (CE) e está sendo trazido para a delegacia Federal de Feira de Santana. Já o coronel Martinho foi preso por porte ilegal de arma. De acordo com a PF, durante a revista na casa do coronel da PM, a polícia encontrou um rifle 44 sem documentação.
Os irmãos Nunes são responsáveis pela ONG Casa da Paz, que arrecadavam armas pelo programa de desarmamento do governo federal.  Ainda segunda a PF, os irmãos mantinham um esquema em que fabricavam armas artesanais, depois repassadas à ONG. Em troca, eles receberiam a taxa indenizatória.
Além disso, os irmãos falsificavam recibos e recebiam outros valores. De acordo com o delegado Val Gular, responsável pela operação, o esquema envolve a PM e várias ONGs da cidade e o prejuízo aos cofres público é de cerca de R$ 1 milhão.

 


Quatro acusados de roubo de bancos são mortos em troca de tiros em Castro Alves


00Na tarde desta terça-feira (26), quatro elementos suspeitos de fazerem parte de uma quadrilha especializada em assaltos a bancos morreram em troca de tiros com a polícia no município de Castro Alves.

O coordenador da 4ª Coorpin, Dr. Paulo Guimarães, informou que o Delegado daquela cidade, Dr. Adilson Freitas, solicitou uma equipe da Polícia Civil para verificar um sítio onde estariam alguns elementos escondidos.

Segundo ele, o SI da Polícia Civil, juntamente com a SME da Polícia Militar, rumaram até ao local e foram recebidos a tiros por esses elementos, que vieram a óbito.

Dr. Paulo relatou que um desses indivíduos foi identificado como o Policial Militar Irineu Santos, de Feira de Santana, que já tinha sido exonerado do cargo, porém retornou às atividades através de determinação da Justiça.

Os demais corpos não foram identificados. Ainda conforme o coordenador, foram apreendidas 3 espingardas e 1 pistola. Ele disse que houve informações de que a quadrilha é de Minas Gerais, mas age na região.

Os quatro corpos foram removidos para o Departamento de Polícia Técnica de Santo Antônio de Jesus, para que sejam reconhecidos por familiares, e logo após serem retirados para o sepultamento.

Fonte: Polícia Civil29300


Polícia investiga homicídios cometidos por PMs em cidade vizinha a Rio Real


xIMAGEM_NOTICIA_5.jpg.pagespeed.ic.eWpyotPO4MA Polícia Civil da Bahia apura três inquéritos relacionados a assassinatos cometidos por policiais militares no município de Jandaíra, localizado na divisa entre a Bahia e Sergipe e vizinho a Rio Real, onde PMs são investigados por supostos abusos, torturas e homicídios. Segundo reportagem do Correio, os crimes nas duas cidades tiveram as mesmas características. “O modus operandi é o mesmo: são encapuzados, em veículos, que sequestram e executam suas vítimas”, relatou o delegado Jobson Lucas Marques, coordenador da 2ª Coordenadoria de Polícia do Interior. De acordo com o juiz Josemar Dias, da comarca de Rio Real, denúncias apontam policiais militares de Rio Real como autores de homicídios em Jandaíra, especialmente nos anos de 2011 e 2012. Na última semana, o magistrado retirou sua família da cidade e solicitou proteção ao Tribunal de Justiça. (Com informações do Bahia Notícias)

 


Polícia investiga homicídios cometidos por PMs em cidade vizinha a Rio Real


POLICIAIS CAATINGAA Polícia Civil da Bahia apura três inquéritos relacionados a assassinatos cometidos por policiais militares no município de Jandaíra, localizado na divisa entre a Bahia e Sergipe e vizinho a Rio Real, onde PMs são investigados por supostos abusos, torturas e homicídios. Segundo reportagem do Correio, os crimes nas duas cidades tiveram as mesmas características. “O modus operandi é o mesmo: são encapuzados, em veículos, que sequestram e executam suas vítimas”, relatou o delegado Jobson Lucas Marques, coordenador da 2ª Coordenadoria de Polícia do Interior. De acordo com o juiz Josemar Dias, da comarca de Rio Real, denúncias apontam policiais militares de Rio Real como autores de homicídios em Jandaíra, especialmente nos anos de 2011 e 2012. Na última semana, o magistrado retirou sua família da cidade e solicitou proteção ao Tribunal de Justiça.


Menino é achado acorrentado e com marcas de espancamento em casa


Um adolescente de 14 anos foi encontrado acorrentado e com marcas de espancamento dentro de casa no distrito de Oricó, em Ubaitaba, no sul da Bahia, na tarde de domingo (24). De acordo com o delegado titular da cidade, Gilberto Souza Mouzinho, o padrasto do menino é o principal suspeito de ter cometido as agressões. “A informação é que ele estava sendo acorrentado há algum tempo. Foi um vizinho que o ouviu gritando e entrou em casa. Parece que a mãe nunca denunciou porque estava sendo ameaçada. Não considero ele [padrasto] foragido. Ele é esperado até amanhã [terça-feira]. Se não se apresentar, vou determinar que seja feita diligência”, afirma o delegado. Segundo o delegado, o jovem era agredido com “bainha” de facão. A corrente em que ele estava amarrado, que é de aço, foi levada para a delegacia da cidade. O garoto foi levado para um hospital, medicado e, em seguida, encaminhado para o Centro de Referência de Assistência Social (Cras), em Ubaitaba, informou a polícia. A mãe da criança foi ouvida nesta segunda-feira (25), na delegacia da cidade, e confirmou as agressões sofridas pelo garoto. Um inquérito foi instaurado para investigar o caso.(G1)95607