Ubaíra se transforma em canteiro de obras

“O coração do vale continua batendo em Ubaíra” estas foram as palavras usadas pelo professor Eliomar para avaliar as ações do prefeito que nesta terça feira dia 03 de julho assinou várias ordens de serviços que somadas as que estão em andamento irão marcar os invejáveis 5 milhões de reais em obras sendo executadas. Em … Leia Mais





Policial que atirou em manifestante em Presidente Tancredo Neves é lotado na 70ª CIPM – Ilhéus

Vítima gravou vídeo para falar do estado de saúde e disse que volta para o movimento mesmo na cadeira de rodas.


A tarde de quarta-feira (23), foi tensa nas proximidades do município de Presidente Tancredo Neves, no baixo Sul do estado, durante todo o dia, caminhoneiros, manifestaram pela redução no preço dos combustíveis, mas em determinado momento uma viatura da Polícia Militar na tentativa de passar pelo bloqueio acabou provocando uma confusão generalizada.

A paralisação ocorria na rodovia Mário Covas – BR-101, e dois tiros chegaram a ser deflagrados por um policial, que ainda não foi identificado ou se pronunciou sobre a ocorrência, um dos disparos atingiu a perna de um homem identificado somente pelo prenome Ronaldinho.

Nas imagens postadas em grupos do WhatsApp é possível ver o PM apontando uma arma para o manifestante antes de objetos, não identificados serem arremessados, acontece o primeiro tiro, e após passagem pelo bloqueio, o segundo.

A vítima foi socorrida por populares para o hospital do município e se pronunciou através de um vídeo, postado nas redes sociais.

O policial é lotado na 70ª CIPM – Ilhéus, um veículo pertencente ao governo do estado da Bahia acabou sendo incendiado.

A Companhia informou a Rede Bahia que vai instaurar inquérito para apurar o caso.

 


18 de maio: O Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes


Com o objetivo de mobilizar a sociedade brasileira e convocá-la para o engajamento contra a violação dos direitos sexuais de crianças e adolescentes, 18 de maio foi estabelecido como o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Apenas no ano de 2014 foram registradas 24.575 denúncias de violência sexual contra crianças e adolescentes no Brasil. Desses casos, 19.165 foram de abuso e 5.410 de exploração sexual infantil.

Dados como esses, divulgados pelo Disque Direitos Humanos, evidenciam como é importante combater essa realidade. E maio é o mês dessa luta. 

Por que 18 de maio?
Neste dia, em 1973, uma menina de 8 anos, de Vitória (ES), foi sequestrada, violentada e cruelmente assassinada. Seu corpo apareceu seis dias depois, carbonizado e os seus agressores nunca foram punidos.
Com a repercussão do caso, e forte mobilização do movimento em defesa dos direitos das crianças e adolescentes, 18 de maio foi instituído como o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Desde então, esse se tornou o dia para que a população brasileira se una e se manifeste contra esse tipo de violência.

O que é violência sexual?
É a situação em que a criança ou o adolescente é usado para o prazer sexual de uma pessoa mais velha. Ou seja, qualquer ação de interesse sexual, consumado ou não.

É uma violação dos direitos sexuais das crianças e adolescentes, porque abusa ou explora do corpo e da sexualidade, seja pela força ou outra forma de coerção, ao envolver crianças e adolescentes em atividades sexuais impróprias à sua idade, ou ao seu desenvolvimento físico, psicológico e social.

Abuso x Exploração
A violência sexual pode ocorrer de duas formas distintas. Abuso sexual é qualquer forma de contato e interação sexual entre um adulto e uma criança ou adolescente, em que o adulto, que possui uma posição de autoridade ou poder, utiliza-se dessa condição para sua própria estimulação sexual, da criança ou adolescente, ou ainda de terceiros, podendo ocorrer com ou sem contato físico.

Já a exploração se caracteriza pela utilização sexual de crianças e adolescentes com a intenção de lucro, seja financeiro ou de qualquer outra espécie. São quatro formas em que ocorre a exploração sexual: em redes de prostituição, pornografia, redes de tráfico e turismo sexual.

Prevenção
A melhor maneira de se combater a violência sexual contra crianças e adolescentes é a prevenção. É necessário um trabalho informativo junto aos pais e responsáveis, a sensibilização da população em geral, e dos profissionais das áreas de educação e jurídica, com a identificação de crianças e adolescentes em situação de risco, e o acompanhamento da vítima e do agressor.

Denuncie
Além da prevenção, o combate a essa realidade exige que os casos sejam denunciados. Portanto, se souber de algum caso de violência sexual infantil, procure o conselho tutelar, delegacias especializadas, polícias militar, federal ou rodoviária e ligue para o Disque Denúncia Nacional, de número 100.

Você pode agir. Proteja nossas crianças e adolescentes. Faça bonito e disque 100. FADC


“Conheço a fome por dentro, meus adversários conhecem porque leram vidas secas” Diz professor Eliomar


Em mais uma entrevista concedida ao MÍDIA BAHIA, na tarde desta segunda feira dia 14 de maio de 2018, o professor Eliomar nos disse que um dos maiores problemas do município de Ubaíra é o crescimento do número de famílias que estão na linha de pobreza e de miséria.

VEREADOR QUAL O MAIOR DESAFIO A SER ENFRENTADO NO MUNICÍPIO DE UBAÍRA ATUALMENTE?

 

ELIOMAR: São vários. Gestão de recursos hídricos, infraestrutura, habitação, em fim, mas a problemática da fome tem mim assustado. Convivo com o povo, estou no meio do povo e todos os dias converso com mães e pais de família que suplicam por comida. Vou nas residências das pessoas e volto para casa indignado, coração partido e alma rasgada em ver tanto sofrimento. Tem crianças que só se alimentam na escola, a fome, a desnutrição está inserida em nosso município, estou extremamente triste com esta situação.

 

A ASSISTÊNCIA SOCIAL NÃO FORNECE CESTAS BÁSICAS?

 

ELIOMAR: Sim fornece. Mas está muito longe de resolver o problema. Uma cesta mal se alimenta duas semanas, o restante e passar fome mesmo. Temos famílias com crianças se alimentando de pipoca, é terrível amigo a situação.

 

NA SUA CONCEPÇÃO PORQUE CHEGOU A ESTA SITUAÇÃO?

 

ELIOMAR: Falta de políticas públicas. Em Ubaíra bem como na maioria dos municípios a falta de políticas públicas com objetivo de diminuição da pobreza ficaram apenas em discurso de palanques, na pratica não se concretizaram.

 

QUAIS SERIAM ESTAS POLÍTICAS?

 

ELIOMAR: Primeiramente diminuição da taxa de natalidade. Eu observo que este índice é bastante significativo nas camadas mais pobres. Isso é consequência justamente da falta de planejamento familiar. Fiz uma lei obrigando o município trabalhar nesta perspectiva, até hoje está apenas no diário oficial, aliás, tenho legislado muito e não vai nada além do diário oficial. Outras medidas também poderia diminuir este caos, como por exemplo um trabalho forte através da secretaria de agricultura visando deixar o homem do campo no campo. Aqui em Ubaíra o trabalhador rural não tem o apoio necessário um exemplo disso é a habitação rural e principalmente acesso aos créditos do governo.

 

ONDE ESTA A MAIOR CONCENTRAÇÃO DA POBREZA EM UBAÍRA?

 

ELIOMAR: Amigo o maior fluxo de pessoas nesta situação é a região do córrego. No entanto isso é proporcional. Em vários locais do município temos foco de pobreza extrema, na Zona rural o indicie é menor.

 

VOCÊ. É VEREADOR COM MANDATO, NÃO SERIA RESPONSÁVEL POR TENTAR AMENIZAR ESSA SITUAÇÃO?

 

ELIOMAR: Como já mencionei aqui várias vezes. Vereador não pode fazer nada. Apenas fazer leis e fiscalizar. O responsável em executar estas políticas é o prefeito. Infelizmente nós vereadores não podemos atuar de forma efetiva no problema. Eu te confesso que sei como fazer, e estou plenamente convencido de que só pode combater a fome, que já passou fome, eu conheço a fome por dentro, meu adversário conhece porque leram vidas secas de Graciliano Ramos na Escola.

 

VEREADOR PORQUE MESMO NESTA SITUAÇÃO, A POPULAÇÃO ACABA ACREDITANDO EM DIAS MELHORES NO PERÍODO ELEITORAL?

 

ELIOMAR: É fácil entender. Municípios pequenos como é o caso de Ubaíra, temos mais de 20 mil pobres e pouco menos de 20 ricos. Nós sempre acreditamos que o rico tem condições de nos ajudar, temos o coração limpo, o pobre é totalmente inocente, qualquer favor nos deixa cativo dos ricos. Hoje eu tenho outra concepção, estudei, sou livre, posso mim rebelar contra a opressão e mais do que isso, posso dizer as famílias iguais a mim que é possível nos unirmos e mudarmos nosso destino, afinal somos mais de 20 mil.

 

ENTÃO O FATO DE SER VEREADOR MUDOU SUA CONCEPÇÃO DE OLHAR A SOCIEDADE?

 

ELIOMAR: Não. Vereador não muda nada. Não muda se quer a si mesmo. O que muda agente é livro. Só o conhecimento faz com que a gente olhe olho no olho de forma tranquila e serena. O sistema desmoralizou o vereador, somos peça fictícia no senário político, mas, o conhecimento nos faz temidos e respeitado.


Ubaíra: câmara aprova pactuação com policlínica de Santo Antônio de Jesus


Nesta segunda-feira dia 07 de maio de 2018 o plenário da Câmara de vereadores do município de Ubaíra aprovou abertura de crédito suplementar no valor de 23.000,00 (vinte e três mil reais) mensais para custear o referido pacto.

Em contrapartida o município terá direito a 150 atendimentos especializados/mês,  que inclui desde Raio-X até procedimentos mais complexos como ressonância magnéticas e tomografias. Além disso, o município contará com um ônibus disponível para conduzir os pacientes de Ubaíra até Santo Antônio de Jesus como vem acontecendo com outras policlínicas como por exemplo acontece em Jequié.

Em contato com nossa equipe, o vereador Eliomar disse que analisou detalhadamente o projeto e concluiu que se trata de um ganho sem precedente para a saúde no município: “fui o último vereador a assentar o voto no parecer, votei logo após ter acesso a planilha fornecida pela secretaria de saúde, são 150 procedimentos mensais, vi que em Jequié este serviço já esta sendo tocado em frente com muito sucesso”.

LEIA TAMBÉM: Professor Eliomar parabeniza prefeitura de Ubaíra por requalificar a Unidade Móvel de Saúde

Ainda de acordo com o vereador a parte negativa desta ação de governo é que praticamente aniquilará os hospitais e as Santas Casas. “A parte ruim deste processo é que o governo do Estado quer acabar com os hospitais e Santa Casas, ao passo que concentrar serviços idênticos a nível regional, eu defendo que os serviços que são prestados no município continuem e só pactuar-mos os que não tivermos no município, mas infelizmente, não será assim, serão pactuados de forma indistinta todos os serviços Entretanto, independente da metodologia empregada na distribuição dos procedimentos médico hospitalar, o povo de Ubaíra será o vitorioso, conclui o vereador.”


Moradores de Ubaíra denunciam uso de spray de pimenta durante festa privada


Nesta terça-feira (1), diversos moradores de Ubaíra entraram em contato com nossa redação para relatar casas de agressões roubos e uso de spray de pimenta numa festa privada realizada no município, na noite ontem.   Segundo informações já estava na madrugada quando diversas pessoas passaram mal e precisaram ser hospitalizadas, segundo elas o socorro foi realizado por populares, e um gás tóxico é apontado com causa.

LEIA TAMBÉM: PM e CIPE realizam operação em Mutuípe, pelo menos uma prisão foi efetuada

Um homem relata ter sido agredido, por um dos seguranças da festa e diz ter ficado com vários hematomas. Segundo ele, após ir buscar ajuda foi espancado.

Nas redes sociais a produção do evento foi bastante criticada e cobrada por respostas. Até o momento não foi possível apurar a motivação das ocorrências.

“Gente! Que absurdo foi aquele na festa Balada Vip em Ubaíra ontem? Uma desorganização, falta de respeito com as pessoas que pagaram para participarem da festa. Nunca ouvir falar em roubo numa festa de largo, mas em uma festa particular, foi o cúmulo. Pessoas conhecidas tiveram suas bolsas abertas, perderam celulares, documentos, dinheiro e mais, o que foi aquilo de “spray de pimenta”? O qual ninguém sabe ainda o que foi jogado nas pessoas. Pessoas desmaiadas no chão, macas, outras passando mal, não deram conta de socorrer todos. Quando sair da festa, vi várias mulheres deitadas no chão esperando por atendimento. O tal do cantor principal tocou “40” mint e foi embora, a melhor banda da noite foi o Fábio Love, que ta de parabéns. Salvou a festa em si! Foi a primeira e última vez que participei de uma festa desse grupo.” Enviou uma moradora a nossa redação.

Tentamos contato com os organizadores da festa, porém não tivemos êxito.