Garis paralisam as atividades por falta de pagamento em Amargosa

Os funcionários da limpeza publica de Amargosa que trabalham para a ASCOSEBA, fizeram uma manifestação pacífica na manhã desta quarta –feira (03), pelas principais ruas da cidade reivindicando a falta de pagamento do mês de dezembro e o rateio do valor dos matérias reciclados durante ano de 2014. Segundo um dos manifestantes, o dinheiro da … Leia Mais


Carro capota na BR-420, entre Jaguaquara e Itaquara

Um automóvel modelo Fiat Uno com placa HKF-4570 capotou na BR-420, no trecho Jaguaquara / Itaquara após o motorista perder o controle da direção ao passar pela chamada ”Curva de Chicão”, local considerado palco de vários acidentes. De acordo com informações, apesar da gravidade do capotamento, todos os ocupantes do carro Fiat Uno saíram ilesos … Leia Mais


Grupo explode caixa eletrônico do BB no meio da virada em Esplanada

Um caixa eletrônico da agência do Banco do Brasil da cidade de Esplanada, nordeste do estado, foi explodido em plena noite da virada de ano por um grupo de assaltantes. De acordo com o jornal A Tarde, os criminosos aproveitaram o barulho de fogos da festa para explodir o equipamento. Segundo a polícia, três homens … Leia Mais




Valença: Barcos colidem próximo a Ilha de Enéas


ilhadeboipeba-barcoUma colisão entre uma embarcação de transporte de passageiros e um barco pesqueiro aconteceu nas proximidades da Ilha de Enéas, em Valença, distante 122 km de Salvador, na quarta-feira, 31, informou o Comando do 2º Distrito Naval, nesta quinta-feira, 1º.

A embarcação “Sappo” que navegava com destino à localidade de Morro de São Paulo, com um tripulante e 15 passageiros colidiu com o barco-pesqueiro “Cebola”, que estava com três tripulantes.

O acidente não deixou feridos e nem indícios de poluição hídrica, informou a equipe de inspeção naval da Capitania dos Portos da Bahia. Os passageiros da “Sappo” seguiram a viagem em outra embarcação.

Ainda segundo o Distrito Naval, será instaurado um Inquérito Administrativo sobre Acidentes e Fatos da Navegação (IAFN), cujo prazo de conclusão é de noventa dias, para apuração dos fatos e responsabilidades pelo ocorrido. Informações do A tarde. (Nas Malhas da Lei)


Jequié é sede do 22º Núcleo Regional de Educação; Jaguaquara fica sobre jurisdição de Amargosa


jequieCom as extinções das Diretorias Regionais de Educação, a antiga Direc 13 de Jequié, ganha o status Núcleo Regional de Educação- NRE 22, sede das ações do setor na área do Território de Identidade Médio Rio das Contas, estabelecido pelo Decreto Nº 15.806 de 30 de dezembro de 2014. Com sede em Jequié, o NRE 22, terá sob sua jurisdição os municípios de  Aiquara, Apuarema, Barra do Rocha, Boa Nova, Dário Meira, Gongogí, Ibirataia, Ipiau, Itagi, Itagibá, Itamari, Jitauna, Manoel Vitorino, Nova Ibiá e Ubatã. O Decreto estabelece ainda em Parágrafo único, que os cargos de Diretor dos Núcleos Regionais de Educação serão providos, exclusivamente, por servidores públicos efetivos. Também criado o NRE 09, com sede em Amargosa, representará o Território de Identidade do Vale do Jiquiriçá e terá em sua jurisdição municípios anteriormente vinculados à extinta Direc 13, a exemplos de Jaguaquara, Irajuba, Itaquara, Itiruçu, Jiquiriçá, Lafaiete Coutinho, Lagedo do Tabocal, Maracás, dentre outros


Na posse, Rui manda secretários ‘amaciarem’ esposas, pois irão trabalhar muito


64903Os secretários do governo de Rui Costa (PT) tomaram posse nesta quinta-feira (1º), em cerimônia realizada na governadoria, no Centro Administrativo da Bahia (CAB). O petista brincou ao dizer que eles precisavam “amaciar as esposas”, porque ele irá pedir muito tempo de trabalho deles – aparentemente ele esqueceu que também tem secretárias mulheres.

 

Assumiram as pastas: Secretaria de Comunicação – André Curvello; Secretaria da Fazenda – Manoel Vitório; Secretaria da Saúde – Fábio Villas-Boas; Secretaria de Segurança Pública – Maurício Barbosa; Secretaria do Trabalho, Emprego Renda e Esporte – Álvaro Gomes; Procurador-Geral – Paulo Moreno; Secretaria de Infraestrutura – Marcus Cavalcanti; Secretaria do Planejamento – João Leão; Secretaria de Meio Ambiente – Eugênio Spengler; Secretaria de Direitos Humanos e Desenvolvimento Social – Geraldo Reis; Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento – Cássio Peixoto; Secretaria de Relações Institucionais – Josias Gomes; Secretaria da Educação – Osvaldo Barreto;

 

Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização.- Nestor Duarte; Casa Civil – Bruno Dauster; Secretaria da Administração -Edelvino Góes; Secretaria do Desenvolvimento Urbano – Carlos Martins; Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação – Manoel Gomes de Mendonça; Secretaria de Desenvolvimento Econômico – James Correia; Secretaria da Indústria, Comércio e Mineração – Jerônimo Rodrigues; Secretaria da Agricultura, Pecuária, Irrigação, Pesca e Aquicultura – Fernanda Mendonça; Secretaria do Turismo – Nelson Pelegrino; Secretaria da Cultura – Jorge Portugal; Secretaria de Promoção da Igualdade Racial – Vera Lúcia Barbosa; e Secretaria de Políticas para as Mulheres – Olívia Santana.


Rede Sustentabilidade critica novas regras do governo para benefícios previdenciários


MARINA SILVA 3A Rede Sustentabilidade, grupo liderado por Marina Silva, criticou as medidas anunciadas pelo governo nesta quarta­feira (31), que têm como objetivo criar regras mais rígidas para futuros beneficiários de pensão por morte, auxílio-doença, abono salarial, seguro desemprego e seguro defeso. Em nota emitida, a Rede afirma que as mudanças “provocam retrocessos no sistema de previdência e assistência social e na legislação trabalhista” e que os maiores prejudicados seriam os grupos sociais mais vulneráveis. “Essas medidas indicam, mais uma vez, que o discurso da campanha eleitoral de manter conquistas sociais não está sendo cumprido pela presidente reeleita”, diz ainda. Ao anunciar as medidas, o governo alega que as alterações não reduzem direitos, mas corrigem distorções.

Ministro da Justiça acredita que Dilma terá apoio no Congresso para as mudanças


JOSE EDUARDO CARDOSOO ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, reconheceu nesta quinta-feira (1º), que o governo vai precisar de ajustes na economia e disse acreditar que a presidente Dilma Rousseff vai encontrar o apoio no Congresso para aprovar as medidas necessárias para o País. “Vai ser um ano em que nós vamos ter de fazer ajustes, mas eu acho que nós temos a força e a energia necessária para construirmos esse processo em conjunto com a população brasileira, com absoluta transparência”, afirmou ao chegar para a cerimônia de posse da presidente no plenário da Câmara dos Deputados. Cardozo relativizou também a atuação da oposição, que tem prometido não dar trégua para Dilma em seu novo mandato. “Eu acredito que a presidente terá a maioria no Congresso e essa maioria irá aprovar as medidas necessárias. E a própria oposição vai refletir. Não tem sentido fazer oposição àquilo que é melhor para o País”, afirmou. O ministro disse ainda que acredita na fidelidade da base aliada e que seria possível por a “mão no fogo” por todos os parlamentares que a compõe.