Acusado de liderar quadrilha de ataque a carro forte morre em confronto

Quadrilha liderada por Ulisses foi presa após ataque a carro-forte no Bradesco de Fazenda Grande do Retiro.


Foto: Marina Silva/CORREIO e Divulgação

Ulisses Rubens Almeida Silva, 34 anos, acusado pela Secretaria de Segurança Pública do estado da Bahia de liderar uma quadrilha de ataques a carro-forte, morreu em confronto com a Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) Cacaueira, nesta terça-feira (6), foi o que informou a SSP ao Jornal Correio.

Segundo as informações, o bando vinha agindo em Salvador desde 2018, e foi apontado com responsável por atacar o Shopping Itaigara em 12 de março de 2018,  Extra Vasco da Gama, em 2 de outubro de 2018, Salvador Shopping, em 13 de novembro passado, o Caixa Periperi, em oito de janeiro deste ano e o ataque ao Bradesco da Fazenda Grande do Retiro.

LEIA TAMBÉM

Grupo invade agência e explode caixas em Fazenda Grande do Retiro

Bandidos explodem carro forte na BR 324, no município de Jacobina

Criminosos explodem caixa do Bradesco na madrugada deste sábado em Caetanos

Ulisses estava escondido em Ilhéus, na região sul da Bahia, local para onde teria fugido após o ataque em Fazenda Grande, ter sido frustrado pelos seguranças do carro-forte, cinco integrantes da quadrilha acabaram presos, eles pretendiam roubar R$ 600 mil.

Na tentativa de fuga por um matagal, Ulisses acabou baleado, sendo socorrido para o Hospital Costa do Cacau, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu. Com ele a polícia apreendeu uma arma 9mm, carregador, munições e um documento de identidade falso.

A esposa dele não resistiu a abordagem e foi presa, com ela foram encontrados 2 kg de maconha em tabletes e um veículo modelo Sportage, placa JRM-8058, que ainda não teve a procedência revelada.

O material apreendido foi apresentado numa delegacia da região sul.