Cai liminar que impedia abatimento de jumentos em Amargosa


O TRF – Tribunal Regional Federal cassou a liminar que impedia o abatimento de jumentos no frigorífico da cidade de Amargosa no Vale do Jiquiriçá. A decisão se estende a outra unidades que abatem asininos no estado da Bahia.

A suspensão do abate de jumentos no estado se deu, após uma ação civil pública contra a Bahia e a União, devido as denuncias de maus tratos e outras questões relevantes, na unidade de Itapetinga, o caso chegou a ganhar repercussão nacional após exibição no programa Fantástico da Globo.

Na decisão que autoriza o abate, o vice-presidente do TRF, Kassio Marques, entendeu que a liminar concedida pela juíza de primeiro grau fere a economia pública, por interromper atividades que impossibilitam a comercialização dos produtos e promove déficits na geração de emprego e renda, é o que diz o Jornal Correio.

Nesta semana a China habilitou 25 frigoríficos brasileiros para exportação.

O comércio da carne de jumento movimenta injeta na economia cerca de 160 milhões de reais.

O prefeito Júlio Pinheiro do PT, comentou a decisão nas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *