Ex-prefeita de Amargosa não terá que devolver cerca de R$ 200 mil ao município


O Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) decidiu que a ex-prefeita de Amargosa, Karina Borges Silva, não terá que ressarcir aos cofres do município, a quantia de R$172.558,67 durante irregularidades cometidas em seu mandato.

O tribunal voltou atrás, após a defesa de Karina entregar documentos que “descaracterizou satisfatoriamente a pendência, reconhecendo-se quitada a responsabilidade da gestora quanto a este apontamento”, ressaltou o conselheiro relator Plínio Carneiro Filho.